Notícias Gerais

Homenagem do SINTERN ao 8 de março, Dia Internacional da Mulher

 

Ser mulher, é ser forte, é ser guerreira…

Ser mulher, é ser alguém que carrega na sua essência a luz da vida, a esperança do amanhã e o calor do amor…

Ser mulher, é ser mãe, esposa, namorada, avó, amiga, companheira e por vezes confidente…

Ser mulher, é ser guerreira, sinônimo de coragem, força de muita dedicação em tudo que faz…

Ser mulher, é ter a capacidade de mover montanhas e ao mesmo tempo irradiar encanto com um simples sorriso…

Ser mulher, é travar batalhas, visíveis e muitas vezes invisíveis, silenciosas, de maneira simples e complexa…

Ser mulher é, cair por diversas vezes, e se levantar quantas vezes for necessário, cada vez mais forte…

Ser mulher, é, saber que o sexo feminino, geralmente, apresenta uma sensibilidade maior, é ter uma percepção mais ampliada, é ter habilidade para captar movimentos simultâneos e assuntos diversos e desenvolver a intuição de maneira peculiar…

Ser mulher é, ter que provar, a todo momento que é capaz de ser e fazer o que quiser, quando quiser e como quiser… É se fazer ouvir, mesmo quando querem calar…

Ser mulher é, ter que lutar diariamente pela liberdade de ser feliz… É enxergar as belezas e sutilezas da vida… É conquistar seu espaço e lutar permanentemente por igualdade…

Ser mulher é um desafio… é ser forte e frágil, é ser heroína com coração de mocinha, é ter muitos medos e não se curva diante de nenhum. É falar e calar. Amar e disciplinar. Proteger e exortar. Ansiar e esperar.

Ser mulher é um constante desafio, mas não há nada mais bonito!

Enfim, ser mulher é ter um encantamento que vem da alma, do mais profundo ser feminino que mora em cada mulher.

Homenagem do SINTERN as mulheres urbanitárias.

11 Comentários

Deixe uma resposta