SINTERN vai analisar documentos - em 24/11/09

A COSERN apresentou na audiência de execução, vasta papelada como contestação à ação de execução movida pelo SINTERN. Os advogados dos trabalhadores solicitaram prazo para análise dessa documentação. Esta medida foi necessária por haver se tornado difícil e precipitado falar sobre documentos apresentados pela empresa. COSERN apresentou na audiência de execução, vasta papelada como contestação à ação de execução movida pelo SINTERN. Os advogados dos trabalhadores solicitaram prazo para análise dessa documentação. Esta medida foi necessária por haver se tornado difícil e precipitado falar sobre documentos apresentados pela empresa.


Prudência
    A palavra de ordem é prudência, especialmente depois da manobra da COSERN, com relação aos pagamentos realizados. Os erros e reflexos negativos começarão a aparecer a partir do momento em que cada trabalhador começar a verificar que foi omitido este ou aquele valor, que lhe deveria ser pago.
    A Juíza acatou o pleito da representação sindical determinando a continuidade da audiência para o dia 27 de janeiro de 2010, face o recesso da justiça que se inicia no próximo mês.
    Os trabalhadores devem informar ao SINTERN os problemas que forem detectados quanto aos pagamentos realizados pela COSERN.
    São essas informações que permitirão aos advogados do SINTERN levar os problemas até a justiça com o objetivo de não permitir que nenhum trabalhador seja prejudicado.
    Os trabalhadores deverão receber formulário ou contracheque detalhado que lhes permitirá verificar onde estão os erros e, conjuntamente com o Sindicato,  buscar todas as correções devidas.
    O trabalhador deve juntar tudo que aconteceu em termos de trabalho, horas extras, refeições, lanches, adicionais, gratificações, funções, férias, 13º salário de NOV/2007, além de penosidade, periculosidade, anuênios, função cumulativa, sobreaviso, adicional noturno, creche, pré-escola, diárias, kilometragens, abono pecuniário, abono, FASERN, FGTS, etc.