Contratos de trabalho na justiça - em 28/06/10

A COSERN por muito tempo explorou os estagiários universitários e exigindo que os mesmos desempenhassem tarefas como se  fossem empregados e diferente da grade curricular.


Em virtude das práticas nefastas da COSERN, o Ministério Público do Trabalho da 21ª Região ingressou na justiça trabalhista com Ação Civil Pública. Com intuito de evitar mais uma condenação, a Cosern aceitou realizar um acordo na referida ação.
O SINTERN fez sua parte convocando os ex-estagiários explorados e os trabalhadores que foram contratados  por prazo determinado.


Se você é um deles ou conhece algum desses explorados compareça ou peça para procurar o Sindicato para ajuizar Reclamação Trabalhista com objetivo de assegurar seus direitos na justiça contra a COSERN.