Prêmio para os Demitidos:

O sindicato tem levado a justiça, todos os trabalhadores que a COSERN vem demitindo de 2010 até o presente em virtude do não pagamento do prêmio e por problema da jornada de trabalho. De mais de 50 processos, em apenas 2 casos foram negados o prêmio, mais já recorridos ao TRT.

OBS: Alguns casos de empregados que entregaram a documentação para ingressar na justiça sobre o prêmio, os advogados em face da COSERN estão anunciando que apresentará proposta sobre a referida cláusula, resolveram parar com a entrada dos novos processos para evitar despesas para os trabalhadores, caso não seja proposto o pagamento do prêmio para quem saiu, os processos terão andamentos.