Notícias Gerais

Nadica de nada!

Cosern mostra seu lado perverso, desrespeita trabalhadores e não apresenta nada de novo na negociação com o sindicato

A expectativa era que a Cosern trouxesse uma proposta nova e justa para os trabalhadores, afinal são eles os responsáveis pelos excelentes resultados alcançados. Mas não foi isso que aconteceu na rodada de negociação da pauta específica realizada hoje, 04. No geral, podemos resumir esse encontro em uma só palavra: FRUSTRAÇÃO!

Curioso é que enquanto a empresa segue evoluindo em números, inclusive se destacando como uma das mais rentáveis do Grupo, a retribuição da Cosern, por outro lado, é tentar retirar direitos, propondo até recuo em benefícios históricos.

A direção do Sintern repudiou a postura da empresa e mostrou preocupação com a sequência da campanha salarial, já que a empresa insiste em não evoluir nas negociações. “Esta postura é revoltante. A empresa não tem dificuldade financeira que justifique a inércia nas propostas. Pelo contrário, mesmo com a pandemia e o cenário incerto, a Cosern e as demais empresas do grupo seguem ampliando lucro”, lamentou o diretor do Sintern, José Fernandes.

NADA DE NOVO

Após uma reunião extremamente cansativa de debates intensos, as respostas dadas pela empresa no final da negociação frustraram a bancada sindical, que esperava conseguir avanços para manter a negociação equilibrada, dentro do costumeiro espírito de ganha-ganha, marca das negociações em todos os anos. Infelizmente não é esse compromisso que norteia os atuais dirigentes da Cosern. As respostas para todas as cláusulas foram decepcionantes, mesmo com todo esforço do Sintern para sensibilizar os representantes patronais.

Sem evolução, os dirigentes sindicais repudiaram a situação que gera um impasse nas negociações, já que a empresa insiste em não ser sensível para questões que inclusive não geram custo, como a formalização da Comissão Paritária no Plano de Saúde.
“Esperamos que os dirigentes da Cosern façam uma reflexão, analisando a importância que os trabalhadores têm para o sucesso alcançado pela empresa. A próxima rodada será mais uma oportunidade de garantir essa valorização”, frisou Fernandes.

Recursos Desumanos – Lamentavelmente, o RH da Cosern dá mais uma demonstração de pouco caso com os interesses dos trabalhadores. O sindicato tem encontrado dificuldades para manter um diálogo franco. A falta de habilidade nas negociações e insensibilidade têm sido a marca da gerente de RH Kleyse Kelly, que opta pelo descaso ao invés de construir uma relação respeitosa com os representantes dos cosernianos.

Uma nova rodada foi agendada para o dia 10/11 (terça). Um dia antes (09/11), haverá mais uma rodada da pauta unificada com a Neoenergia. E fique ligado: as informações da campanha você confere em nosso site ou nas nossas redes sociais.

Confira a contraproposta do Sintern apresentada à Cosern

Contraproposta Sintern – 04.11.2020

 

 

 

17 Comentários

Deixe uma resposta