Marcha pede cancelamento da construção de Belo Monte
12 de abril de 2010 | Autor: Radioagência NP
Fonte: Radioagência NP

 Para pedir o cancelamento da licença prévia e do leilão da construção da hidrelétrica de Belo Monte – marcado para o dia 20 de abril –, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), realizou, nesta segunda-feira (12), uma marcha na cidade de Brasília (DF).

Com o apoio da Via Campesina, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento Xingu Vivo para Todos, entre outros, aproximadamente mil pessoas percorreram a Esplanada dos Ministérios, Ministério do Meio Ambiente, Congresso Nacional, Ministério da Justiça, Ministério das Minas e Energia, Ministério da Indústria e Comércio e ANEEL.

Para o integrante da coordenação nacional do MAB, Rogério Hohn, a marcha evidenciou a preocupação da população brasileira em relação às construções de hidrelétricas no Brasil.

“Somos contra o modelo energético e contra a construção de Belo Monte. O ato não é contra o governo pois entendemos que as grandes empresas multinacionais estão interessadas na construção de barragens no Brasil com o objetivo de privatizar os rios e a energia, e no final quem paga a por esse projetos é o povo. Todo o Brasil está sendo solidário à essa resistência contra a construção de Belo Monte, construção que de fato trará grandes problemas para a população.”

A marcha faz parte das atividades do Encontro Nacional da Juventude do Mab. O evento que teve início na última sexta-feira (09) termina nesta segunda. O tema do Encontro foi “pelos direitos dos atingidos por barragens e por um projeto energético popular.”