Trabalhadores fazem protesto na Coelce
16 de abril de 2010 | Autor: Última Hora
Fonte: Última Hora

Na tarde desta quinta-feira (15), Francisco Antônio Leite, de 27 anos, morreu eletrocutado, quando prestava serviço, no bairro Prefeito José Walter. O rapaz trabalhava em uma empresa prestadora de serviços de terceirizados da Coelce. Na manhã desta sexta-feira (16), trabalhadores da empresa fizeram manifestação, reividicando mais segurança e jornada de trabalho menor.

De acordo com o presidente do sindicato dos eletricitários, Cesário Macedo, o acidente abalou psicologicamente os trabalhadores, que se mobilizaram para ir ao enterro do colega, em Baturité.

Exigência para terminar trabalho logo após acidente irritou trabalhadores

Cesário afirmou que logo após a morte de Francisco Antônio Leite, a Coelce exigiu que equipe executora do serviço desse continuidade ao trabalho. A exigência revoltou os trabalhadores, que, segundo Cesário Macedo, estavam abalados psicologicamente.

Segundo a assessoria da empresa prestadora de serviço da Coelce, os funcionários trabalham com todo o equipamento de segurança necessário. Com relação à morte do funcionário, a empresa afirma que está dando todo o apoio à família.