Sindicato pede a exoneração do Presidente da Eletrobrás!!!
03 de maio de 2010 | Autor: Urbanitários Pe
Fonte: Urbanitários Pe

Em boletim divulgado no dia 26/04, Sindurb-PE destacou reunião realizada dia 22/04, entre o Presidente Lula, Governador Eduardo Campos e o Ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann.


No encontro, ficou decidido pela implantação de novas diretrizes no Sistema Eletrobras para restaurar o papel da verdadeira CHESF.
Desta reunião, resultou o Ofício nº 605/GM-MME do Márcio Zimmermann para o Presidente da Eletrobras.


Merece ênfase o item 9 do ofício, com a seguinte redação: “9. Ressalto, ainda, que as empresas de geração e transmissão do Sistema Eletrobras devem permanecer com suas estruturas de Diretoria e de Conselhos, priorizando a autonomia necessária das Empresas controladas e o fortalecimento da Holding, conforme orienta o Excelentíssimo Senhor Presidente da República ‘Eu quero é que nós tenhamos todas as filiais fortes e a Eletrobras muito mais forte ainda’ ”.


Ora, esta medida (autonomia das empresas) remete diretamente a uma  imprescindível modificação dos Estatutos das controladas, a fim de que seja restaurada a pretendida “autonomia necessária das Empresas controladas”, que foi eliminada na modificação efetuada em 2008. Esta modificação, reduziu as empresas a meros departamentos da Eletrobras.

O Golpe!

No boletim de 26/04 do Sindurb-PE, enfatizamos que o 605/GM-MME com as novas diretrizes representava o primeiro passo para nossa vitória, mas que teríamos ainda muita luta.


Destacamos que os chesfianos, os sindicatos e a sociedade nordestina teriam que ficar vigilantes para que estas novas diretrizes não ficassem apenas no papel, não passassem de mero engodo à sociedade nordestina.


Pois bem, poucos dias se passaram e já foi divulgado em jornal carioca de grande circulação (O Globo), na edição de 27/04/2010, notícia que o MME teria assegurado “que não há recomendação de mudanças em um processo de fortalecimento do sistema Eletrobras que transcorre desde 2008 e busca a internacionalização da estatal”. E que “A mesma interpretação foi dada pela Eletrobras”.

Encenação para enganar a sociedade nordestina?

Esta notícia divulgada no Globo é extremamente grave. As orientações para mudança dos rumos do processo, contidas no ofício 605/GM-MME, estão mais do que claras. Assim, a hipótese do seu não cumprimento pela Eletrobras representaria uma desobediência às ordens do Ministro de Minas e Energia e do Presidente da República.


Por fim, estaria provado que tal ofício 605/GM-MME não passou de uma tentativa de enganar a população, os trabalhadores e lideranças, o que por sua vez jogaria na lama a história e credibilidade do Governador de Pernambuco, do Ministro de MInas e Energia e do Presidente da República.


Diante destes fatos, chesfianos e sociedade exigem a exoneração do Presidente da Eletrobras!

Fonte :