Presidente da CPI da Energisa diz ter prova de sublocação de postes em CG
17 de maio de 2010 | Autor: Parlamentopb.com.br
Fonte: Parlamentopb.com.br

O vereador Inácio Falcão (PSDB), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a apurar irregularidades na sublocação de postes de energia elétrica pela Energisa em Campina Grande revelou hoje ao Parlamentopb ter tido acesso a uma cópia do contrato mantido pela companhia com a Telemar Oi. Segundo ele, o documento comprovaria a denúncia originalmente levantada pela comissão e atestaria o pagamento anual de R$ 1,623 milhão pela sublocação dos postes à empresa de telefonia. Segundo o parlamentar, o ato é irregular, já que os postes são patrimônio público, da Prefeitura Municipal, e não possem ser geridos pela Energisa.

"Já temos a comprovação da irregularidade e vamos ter uma nova sessão da CPI ainda esta semana. Na próxima semana, vamos começar a tomar os depoimentos. Serão convocados cidadãos que se dizem lesados pela Energisa, além de representantes da Telemar/Oi e da própria Energisa", disse Inácio.

Segundo ele, a CPI da Energisa deve concluir seus trabalhos em mais 30 dias e apresentar o resultado das investigações em uma entrevista coletiva que será concedida à imprensa. A CPI é composta pelos vereadores Inácio Falcão (presidente), Antonio Pimentel Filho (relator) e Rodolfo Rodrigues (membro).