Nova direção do Sinergia é eleita com 96% dos votos válidos
10 de junho de 2010 | Autor: SINERGIA/BA
Fonte: SINERGIA/BA



Números inquestionáveis. Assim podemos definir o resultado final da eleição para a escolha da nova direção do Sinergia, realizado nos dias 07 e 08 de junho. A presença de eleitores nas urnas foi de praticamente 60%, bem acima do quórum necessário de 50% mais 1, conforme prevê o Estatuto da entidade. Com relação aos votos válidos, a Chapa 1  (e única) - Avançar na luta com seriedade e compromisso - obteve 96,66% dos votos válidos. "Esta é a melhor resposta que a categoria poderia dar em reconhecimento ao trabalho desenvolvido ao longo desses três anos", destaca o atual coordenador do Sinergia, Raimundo Lucena.

Vale lembrar que não só os trabalhadores que legitimaram a nova direção, a própria Justiça do Trabalho deu parecer favorável ao processo eleitoral, frustrando a tentativa da oposição de impedir a vontade da maioria esmagadora dos eletricitários. "O momento agora é de pensar o futuro, planejar a luta e garantir novas conquistas para a categoria", frisa Lucena, que agradece em nome da atual direção o voto de confiança de cada trabalhador.

Durante a apuração, realizada abertamente na sede do sindicato, diversos representantes de entidades estiveram presentes, entre eles, o presidente da CUT/Ba, Martiniano Costa, a diretoria do Sinttel, Edla Rios, o diretor do Sincotelba, Joaquim Apolinário, o diretor do Sindiquimica, Cedro Silva, além dos representantes da Executiva Estadual e Municipal do PT, Everaldo Anunciação e Paulo Mota, respectivamente.

"Os eletricitários disseram nesta eleição que preferem aqueles que têm projetos para a categoria e, sobretudo, condições de realizá-los. Por isso, a chapa 1, que tem a concepção do sindicalismo de classe e combativo, derrotou nas urnas e na Justiça, o sindicalismo atrasado, pobre de propostas, vigoroso apenas nas petições. Parabéns a nova direção do Sinergia", destacou Martiniano, da CUT.    

É preciso destacar que o resultado final da eleição fortalece o sindicato, que terá condições ampliadas para alcançar nas conquistas. "Temos muitos objetivos para ao longo dos próximos anos. Precisamos fortalecer ainda mais a Intersindical Neoenergia, debater com a sociedade a reestatização da Coelba, garantir um PCR à altura dos trabalhadores da Chesf, acabar com a terceirização nefasta no setor elétrico, humanizar as relações trabalhistas, ampliar benefícios para toda categoria, enfim, esta direção que chega está disposta a estes desafios", conclui  Cristina Brito, em nome da nova direção do Sindicato dos Eletricitários da Bahia, que inicia o mandato a partir de 1º de agosto de 2010.        

Confira os novos membros eleitos para a direção do Sinergia:

Executiva
   

Empresa

Cristina Brito
   

Coelba

Raimundo Lucena
   

Chesf

Regino Marques
   

Coelba

Rafael Oliveira
   

Chesf

José Barreto
   

Coelba

Paulo Silva
   

Chesf

Gabriel Arcanjo
   

Coelba

Francisco Melo
   

Chesf

José Paixão
   

Coelba

Erisvaldo Pinheiro
   

Coelba

Paulo Roberto
   

Coelba

Gilberto Santana
   

Coelba

Eduardo Contreiras
   

Coelba

Antonio Gonzaga
   

Coelba

José Luiz
   

Coelba

 

Suplentes
   

Empresa

Paulo de Tarso
   

Coelba

Claudio Manuel
   

Chesf

A.   Carlos (Bocão)
   

Coelba

Marcelo Marinho
   

Coelba

Diógenes
   

Coelba

Manoel Santos
   

Coelba

Iranilton
   

Chesf

 

 

Conselho Fiscal
   

Empresa

Jacson
   

Coelba

Raimundo nonato
   

Coelba

Carlito
   

Coelba

 

Suplentes
   

Empresa

Dilza
   

Chesf

Jair
   

Coelba

Jose Nogueira
   

Chesf