Campanha Nacional dos Eletricitários: retomada das negociações mostra a força dos trabalhadores
21 de junho de 2011 | Autor: FNU
Fonte: FNU

Foi realizada terça-feira, dia 21 de junho, no Rio de Janeiro, reunião entre o Comitê Executivo do CNE e a direção da Eletrobras. No encontro foi discutidos temas fundamentais para os trabalhadores, em especial a retomada das negociações do ACT em caráter definitivo. O processo negocial ficou sem continuidade por conta da intransigência da direção da Holding, que apresentou uma proposta final de apenas o IPCA, rejeitada pela categoria que paralisou suas atividades por 48 horas.


Diante das argumentações legitimas do Comitê Executivo do CNE, mostrando a importância do diálogo e o sentimento de indignação da categoria em todo país, a Holding cedeu e marcou uma nova rodada de negociações para o dia 13 de julho, em Brasília, e a prorrogação da data-base, que nos permitirá valorizar certamente o processo negocial.


Como nas reuniões anteriores o Diretor de Administração, Miguel Colassuono, repetiu o discurso de que o Governo está preocupado com a questão inflacionária, e que não há espaço para o ganho real nesse momento de dificuldades. O Comitê Executivo do CNE contra-argumentou reafirmando que não será uma categoria com 27 mil trabalhadores que vai gerar inflação no país. E que pela essencialidade dos serviços prestados por essa categoria, que ajudou fortemente o país ser tornar a 7ª economia do mundo, deveria haver um respeito maior as suas reivindicações.


O CNE também reafirmou que esse momento de crise colocado pela Holding não está se confirmando, já que as medidas conservadora adotadas pela equipe econômica e o Banco Central, de aumento dos juros, já conseguiram frear o pique inflacionário, gerado no inicio do ano por uma conjuntura internacional e não do aumento da massa salarial.


Para o CNE está claro que os trabalhadores do Sistema Eletrobras estão sendo usados pelos setores conservadores desse Governo que ajudamos a eleger, como exemplo para outras categorias. Ou seja, somente o índice (INPC) e nada mais. Não vamos aceitar essa estratégia perversa que penaliza o trabalhador para agradar o mercado financeiro. Nossa luta é pelo ganho real e as demais cláusulas, em especial as econômicas.


Porque acreditamos que o maior patrimônio da Eletrobras são os trabalhadores, que não medem esforços para lutar pelo seu fortalecimento.


Durante a reunião o Comitê Executivo do CNE cobrou novamente maior empenho da Direção da Holding na discussão com o Governo, pois acreditamos que há muito espaço para avanço. Uma empresa do porte da Eletrobras, que no primeiro trimestre deste ano já obteve um lucro liquido 672 vezes maior do que no mesmo período do ano passado, deve contar com dirigentes que tenham responsabilidade e comprometimento com os trabalhadores da empresa.


O CNE entende que essa reunião trouxe avanços no que tange a PLR, fruto das articulações do CNE, na prorrogação do ACT e na priorização das cláusulas do acordo para discussão na próxima rodada de negociação dia 13 de julho. Todavia, avalia que falta uma interlocução da Holding para alertar ao Governo que seus trabalhadores não foram agraciados ao longo dos últimos anos com altos ganhos, nem mesmo no PCR, já que na realidade sua implantação deu um ganho médio de 3% para apenas 50% do quadro.


Os avanços que aconteceram apenas corrigiram distorções históricas, que colocavam os salários abaixo do mercado. Alertamos que esse discurso repetido por setores neoliberais no fundo tem por objetivo retirar direitos dos trabalhadores, como o ganho real, conquistado com muita luta.

Indicativos do CNE

O indicativo do CNE é para que os sindicatos façam suas assembleias ( veja o quadro) para avaliação do momento, como também definir o plano de lutas dos trabalhadores. Com relação aos acordos específicos a orientação é para que sejam retomada as negociações. A FNU também encaminhou oficio a direção da Eletrobras rejeitando a contraproposta apresentada pela Holding, solicitando a prorrogação data base ( ACT) e a reabertura das negociações.

ATIVIDADES DO CNE
27/06 a 08/07 – Assembleias e reuniões dos acordos especificos
12/07- Preparação da reunião com a Eletrobras no STIU-DF e Ações Institucionais
13/07- 4ª Rodada de Negociação em Brasília.