Fazer campanhas salariais fortes e desarmar discurso que aumento gera inflação
12 de julho de 2011 | Autor: Repórter Sindical
Fonte: Repórter Sindical



A época das grandes campanhas salariais do segundo semestre coincide com um período de forte ofensiva da mídia contra os aumentos reais de salário. A alegação da imprensa, em reportagens ou artigos, é de que o repique inflacionário de meses atrás teria sido motivado por “excesso de aumentos nos salários”.

Para a mídia, portanto, se houve repique antes, devido a aumentos de salários, a lógica é que a situação venha a se repetir ante nova onda de aumentos salariais esperados nas campanhas deste segundo semestre.

A postura da mídia, que, certamente, reflete opinião patronal e de áreas do governo, arma os setores patronais para negar aumentos salariais mais expressivos.

O movimento sindical está diante da tarefa de desarmar essa onda, a fim de tocar as campanhas salariais dentro de um ambiente que reflita as reais condições econômicas, de produção e de produtividade do País.