FNU PRESENTE NO DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO DA CUT DIA 06 DE JULHO
04 de julho de 2011 | Autor: FNU
Fonte: FNU

A Federação Nacional dos Urbanitários estará presente através dos seus sindicatos filiados no Dia 6 de Julho em todos os Estados participando do Dia Nacional de Mobilização para reafirmar ao Brasil que nossa central e suas entidades desejam outro modelo de desenvolvimento, que aprofunde a distribuição de renda e altere os rumos do atual modelo concentrador da política econômica.


A escolha do dia 6 de julho para realizar o Dia Nacional de Mobilização da CUT também tem um aspecto simbólico: reafirmar as campanhas de renovação dos acordos coletivos de trabalho por aumentos reais de salário, contra as tentativas conservadoras de associar os salários ao risco de descontrole da inflação. Essas campanhas salariais vão representar a luta dos trabalhadores para avançar por mudanças sociais no Brasil.


A FNUCUT tem pautado suas ações em defesa do ganho real para os trabalhadores, no setor elétrico nacional onde estamos em negociação com a direção da Eletrobras, temos afirmado que não abrimos mão dessa conquista alcançada com muita luta nos últimos 8 anos. Temos colocado em todas as rodadas de negociação e divulgado em nossos boletins que salário não gera inflação, pois foi com essa política de aumento da massa salarial e o consequente fortalecimento do mercado de consumo interno que o Governo Lula superou a crise financeira mundial.


A FNU não aceita que os trabalhadores do setor de saneamento, que vem negociando seus acordos com as empresas privadas e os governos estaduais e municipais, sejam prejudicados por atitudes conservadoras através da implementação de um receituário neoliberal de outros tempos.


Defendemos mudanças, que sejam acompanhadas de respeito ao direito dos trabalhadores em todas suas reivindicações, em especial as de caráter econômico.
Os trabalhadores urbanitários defendem uma plataforma popular e democrática, com o fortalecimento das empresas públicas, como a Eletrobras, e as empresas estaduais e municipais de saneamento, a continuidade do crescimento da renda dos trabalhadores com melhores salários e empregos, o fim da terceirização nas atividades fins, a volta da aposentadoria especial e melhores condições de vida e trabalho.


A FNU reafirma seu compromisso de luta pela manutenção do ganho real de salário, e estará presente junto com as entidades do movimento social dando voz às reivindicações contra as desigualdades sociais, por um Brasil mais justo, soberano e solidário.