Dieese estima que 13º salário injetará R$ 118 bilhões na economia
03 de novembro de 2011 | Autor: DIEESE
Fonte: DIEESE



O pagamento do 13º salário deve injetar cerca de R$ 118 bilhões na economia brasileira – aproximadamente 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Na comparação com 2010, quando o abono de Natal aportou cerca de R$ 102 bilhões na economia, o valor estimado indica crescimento de 16%.

Segundo estimativa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgada na terça (1º), cerca de 78 milhões de brasileiros serão beneficiados com esse montante – entre trabalhadores do mercado formal, inclusive empregados domésticos e beneficiários da Previdência Social, aposentados e beneficiários de pensão da União e dos Estados.

O número de pessoas que receberá o 13º salário em 2011 é cerca de 5,4% superior ao observado em 2010. Estima-se que 4 milhões de pessoas passarão a receber o benefício, por terem requerido aposentadoria ou pensão, por terem se incorporado ao mercado de trabalho ou ainda por formalização do vínculo empregatício.

Cálculo - O Dieese não leva em conta os autônomos, assalariados sem Carteira ou pessoas com outras formas de inserção no mercado de trabalho, que, eventualmente, recebam algum tipo de abono de fim de ano. Também não é considerado o adiantamento da primeira parcela do décimo terceiro ao longo do ano e os casos de categorias que o recebem antecipadamente por definição, por exemplo, de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) ou Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Mais informações:
www.dieese.org.br