Centrais convocam ato na sede do Banco Central no Rio
16 de janeiro de 2012 | Autor: Centrais Sindicais
Fonte: Centrais Sindicais



As Centrais Força Sindical, CUT, CGTB, CTB, Nova Central e UGT e os movimentos sociais no Rio de Janeiro realizarão, nesta terça-feira (17), manifestação pela redução acelerada dos juros. O ato, que coincide com o início da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a nova taxa básica (Selic), será em frente à sede do Banco Central na região central da capital fluminense.

Na quarta ( 18 ), haverá manifestação também em São Paulo, às 10 horas, em frente a sede do banco na Paulista.

Os detalhes da organização do ato conjunto no Rio de Janeiro foram definidos em encontro das entidades, dia 10 passado, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Instalações Elétricas (Sintraindistal). Desde então, as entidades distribuem à população milhares de cópias de um manifesto, denunciando que as taxas de juros de escorcha têm beneficiado apenas aos banqueiros, em prejuízo da saúde, moradia e educação.

No documento, as Centrais denunciam que “o Brasil continua ainda com o vergonhoso título de campeão com as mais altas taxas de juros no mundo”. “Situação que apenas favorece os especuladores do sistema financeiro e prejudica a produção industrial, provocando uma estagnação econômica no País e, consequentemente, a quebra das empresas e as demissões dos trabalhadores”, diz o texto.

Protestos - Nos últimos meses de 2011, as Centrais, empresários e estudantes também ocuparam as ruas para exigir a queda dos juros. Clique aqui e leia a íntegra do manifesto.

Mais informações: Sites das Centrais