PARALISAÇÃO VITORIOSA MOSTRA QUE LUTA DOS (AS) TRABALHADORES (AS) SE FORTALECE A CADA DIA
05 de julho de 2012 | Autor: FNU
Fonte: FNU

A vitoriosa paralisação dos (as) trabalhadores (as) do Sistema Eletrobras entrou no seu segundo ampliando ainda mais sua mobilização em todo país. Até mesmo os movimentos sociais, como o Movimento dos Atingidos por Barragens se mostraram solidários a luta da categoria, por ter a compreensão de que o Sistema Eletrobras está equivocado duplamente: primeiro por se negar a negociar um acordo digno e segundo por usar de táticas arbitrárias que julgávamos banidas em um regime democrático, como o famigerado interdito proibitório. Uma total contradição dentro de um governo chamado de popular e democrático.

 

Os (as) trabalhadores (as) não vão recuar de sua mobilização e diante das ameaças vergonhosas feitas pela direção do Sistema Eletrobras, pelo contrário, caso não haja avanço na contraproposta da Holding, vamos aprofundar nossa luta com a realização de paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 16 de julho.

 

Estamos preparados para essa queda de braço com a Holding, pois historicamente a classe trabalhadora sempre conquistou com luta e mobilização os seus direitos, nunca na relação de disputa contra o capital houve facilidades. Essa certeza vem dos informes de todos os sindicatos que apontam para a disposição dos (as) trabalhadores (as) em não cederem à chantagem e o terrorismo das empresas.

 

Sabemos que ao questionarmos as políticas nefastas, o apadrinhamento nas empresas estarmos mexendo com grandes interesses, mas para nós o que interessa é poder contribuir para a construção de uma Eletrobras forte, dirigida por gestores comprometidos com a transparência, que sejam competentes e acima de tudo democráticos.

 

Vamos unidos para mais um dia de paralisação nesta sexta-feira, com certeza de que estamos no rumo certo. A luta é de todos e de todas que acreditam que é possível construir um acordo digno. Participem!

 

A LUTA CONTINUA NESTE DIA 06 DE JULHO.

TODOS À LUTA E MOBILIZADOS!

 

Quadro geral das paralisações

 

-CHESF: A MAIORIA ADERIU

- ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO ALAGOASADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO PIAUÍ - ADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIAADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RORAIMAADERIU

-ELETROBRAS AMAZONAS ENERGIAADERIU

-ELETRONORTE: MAIORIA ADERIU

-ELETROSUL – ADERIU

- FURNAS:ADERIU

-CGTEE -ADERIU

- CEPEL - ADERIU

-ELETROBRAS SEDE- Rio de Janeiro – ADERIU

-ELETRONUCLEAR- ADERIU

 

Prezados Gestores da Eletrobrás

 

Lamentamos a postura adotada pela Direção da HOLDING e das Empresas em promover INTERDITO PROIBITORIO, na Sede da CHESF em Recife e no Piauí. Vale lembrar que esse FAMIGERADO instrumento foi usado durante a Ditadura do Regime Militar e muitos dos dirigentes das empresas, que os estão patrocinando hoje no Governo Dilma, foram no passado críticos ferozes dessa Medida. Mas, como diz o ditado popular: “Para conhecer o homem, dê-lhe poder, ou seja, o “poder” não transforma, simplesmente “revela”.

 

Uma pena que essa medida está se tornando “INSTRUMENTO DE GESTÃO” logo no Governo Dilma, que instalou a Comissão da Verdade para apurar as atrocidades cometidas durante o regime militar, mas parece que ainda existem pessoas que têm saudades do tempo de chumbo da repressão e, o que é pior, com o silêncio e conivência da Presidenta Dilma. Logo ela que foi vitima das atrocidades do regime militar, então se é para condenar os atos de exceção, o que é correto e o que apoiamos, não se pode usar as ferramentas da DITADURA em um regime democrático, principalmente em um Governo que se intitula DEMOCRÁTICO E POPULAR.

 

Ainda é tempo de rever procedimentos condenáveis, que não constroem nada, que não edificam. “Em vez de REPRESSÃO, PROPOSTA DIGNA”. Por uma ELETROBRÁS forte, dirigida por gestores fortes, competentes e democráticos.

 

-PARALISAÇÃO DE 72 HORAS DIAS 04,05 e 06 DE JULHO

- PREPARAÇÃO DA 4ª RODADA DIA 10 DE JULHO

-NEGOCIAÇÃO DIA 11 DEJULHO

-GREVE POR TEMPO INDETERMINADO A PARTIR DE 16 DE JULHO