GREVE NO SISTEMA ELETROBRAS CONTINUA FORTE EM TODO PAÍS
17 de julho de 2012 | Autor: FNU
Fonte: FNU

Os (as) trabalhadores (as) do Sistema Eletrobras continuam firmes na luta por um ACT digno em todo país. As informações que chegam ao comando de greve do CNE dão conta que a mobilização continua intensa, apenas os serviços essenciais estão sendo mantidos, como determina a Lei de Greve. Os estados de Pernambuco, Alagoas e Ceará já estão greve, após a realização de suas assembleias, dando ainda mais força a esse grande movimento.

 

O Governo, o DEST e os ministérios de Minas e Energia e também do Planejamento devem reavaliar a conjuntura nacional, pois a atual política de arrocho salarial tem se mostrado um desastre, como comprova o número recorde de greves no setor público. O governo Lula apostou no aumento da renda como fator preponderante para a superação da crise e o desenvolvimento do país.

 

Será que jogar as fichas no receituário neoliberal europeu de cortes de gastos vai resolver os problemas do crescimento econômico? Certamente não. Os trabalhadores não podem pagar a conta de políticas que já se mostraram equivocadas.

 

Foi confirmada a realização de audiência na quinta-feira, dia 19, com o assessor da Secretaria Geral da Presidência da República, José Lopez Feijoó, para discutir as reivindicações da categoria. A FNU como sempre afirmou está aberta ao diálogo, por isso estará presente para fazer esse debate. A Federação também encaminhou oficio ao Ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, e ao Ministro do Trabalho, Brizola Neto, solicitando audiência, porém, estamos ainda aguardando uma resposta.

 

Nestas audiências vamos reafirmar a defesa da nossa pauta: ganho real com índice de 10.73%, defesa da renovação das concessões, PLR, melhorias no PCR, valorização da categoria e plano de saúde extensivo aos aposentados. Iremos defender também a mudança da data-base e a moralização nas terceirizações, que somam mais de 20 mil trabalhadores (as) e se alastram vergonhosamente em toda Holding, bem como, a defesa da cláusula 62ª da nossa pauta de reivindicação, que diz: “As empresas do Sistema Eletrobras se comprometem a partir da aprovação deste acordo a aplicar os efeitos da portaria interministerial que permite as mesmas ter autonomia para gerenciar o seu quadro de pessoal”.

 

Vamos continuar mobilizados em todas as empresas nesta quarta-feira, essa é a hora caminharmos juntos na busca por um ACT digno! Participe, pois essa luta é de todos nós.

 

 

Dois pesos e duas medidas: Para Petrobras tudo, para os eletricitários nada

 

O mesmo Governo que se nega a negociar de forma franca e democrática com os (as) trabalhadores do setor elétrico (as), se reuniu com os petroleiros e apresentou uma proposta de aumento na PLR e abono para evitar uma possível greve, como noticia hoje o jornal O Globo, do Rio de Janeiro.

 

Ao que parece esse Governo trata as categorias de forma diferenciada, são dois pesos e duas medidas. O Ministério de Minas e Energia deve considerar o setor elétrico inferior, por isso prefere nos ignorar. Porém, a pergunta que fica é: será que a exploração do petróleo é possível sem energia? Com a resposta o governo.

 

QUADRO DA GREVE

- CHESF: ADERIU

- ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO ALAGOAS-ADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO PIAUÍ -ADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA-ADERIU

-ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RORAIMA-ADERIU

- ELETROACRE DISTRIBUIÇÃO- ADERIU

-ELETROBRAS AMAZONAS ENERGIA-ADERIU

-ELETRONORTE: MAIORIA ADERIU/ TOCANTINS – ENTRA AMANHÃ

-ELETROSUL – ADERIU

- FURNAS:ADERIU

-CGTEE -ADERIU

- CEPEL - ADERIU

-ELETROBRAS SEDE- Rio de Janeiro –ADERIU

-ELETRONUCLEAR- ADERIU