CATEGORIA SE FORTALECE A CADA DIA QUE PASSA POR ACREDITAR QUE É POSSÍVEL CONQUISTAR UM ACORDO JUSTO
20 de julho de 2012 | Autor: FNU
Fonte: FNU

 

A greve dos (as) trabalhadores (as) do Sistema Eletrobras se reafirma a cada dia como um instrumento de luta capaz de mudar o atual panorama de resistência da Eletrobras e do Governo Federal em negociar o ACT em bases justas, avançando nas reivindicações da categoria como ganho real, a renovação das concessões, PLR, melhorias no PCR, aumento no auxílio alimentação, plano de saúde extensivo aos aposentados, dentre outros pontos da nossa pauta. Temos a certeza de que somente com pressão poderemos mudar o atual cenário, um reflexo dessa grande mobilização foi à reunião de ontem, dia 19 de julho, quinta-feira, com o assessor da Secretaria Geral da Presidência, José Lopez Feijoó, que sinalizou com a possibilidade de reabertura das negociações.

 

Nesta sexta-feira, dia 20, os informes dos sindicatos dão conta que os (as) trabalhadores (as) continuam firmes na luta e mobilizados em todo país. Essa postura mostra que o CNE e as entidades estavam certos quando apontaram para a necessidade de se realizar a greve por tempo indeterminado, pondo fim à estratégia da Holding de ficar empurrando com a barriga a solução para o nosso ACT. A categoria estava pronta para uma greve desse porte, e a resposta positiva tem sido dada na porta de cada empresa do Sistema.

 

A reunião de ontem, dia 19, com José Feijoó, mostrou que estamos abertos ao diálogo para retomar as discussões, porém, como temos afirmado, em outro patamar, capaz de fazer justiça com uma categoria que não pode ser desmerecida, até porque, somos nós que produzimos a energia que o Brasil necessita para se desenvolver, seja em qualquer ramo de produção: petróleo, automotiva, indústria de transformação, enfim toda cadeia produtiva, além de ser fundamental para a redução das desigualdades sociais.

 

Fomos informados da reunião realizada ontem, dia 19, entre o Ministro Lobão e os presidentes das empresas do Sistema Eletrobras, esperamos que deste encontro tenha saído alguma deliberação positiva para os (as) trabalhadores (as). Seria fundamental, por exemplo, que se construísse a autonomia da Holding em relação ao DEST. O CNE entende que está mais do que na hora do Ministério de Minas e Energia e dos dirigentes decidirem se este modelo de subserviência a este órgão (DEST) vai perdurar ou não. A palavra está com eles.

 

Reafirmamos aqui a convocação a cada trabalhador (a) para que continue firme na greve, pois o movimento é crescente e sua repercussão em todos os veículos de comunicação mostra que estamos no caminho certo. Participe dessa luta que é de todos que acreditam em um ACT justo e digno. A greve continua!

 

 

INFORME À CATEGORIA

A relação sindical da Eletrobras entrou em contato com a FNU nesta sexta-feira, dia 20 de julho, comunicando que na próxima segunda-feira, dia 23 de julho, a Holding estará dando resposta sobre a realização de uma possível reunião com o CNE nos próximos dias. Vamos aguardar mobilizados!

 

 

TODOS À LUTA !

 

Convocamos todos os operadores/despachantes para que participem da greve na sua folga. Até aqui os companheiros tem dado uma grande contribuição no turno, portanto, seria de fundamental importância que estes trabalhadores na sua folga reforçassem na porta da empresa a mobilização da categoria, pois a greve é de todos. Participem!

 

A importância da Portaria Interministerial

Consideramos que este é o momento do Ministério de Minas e Energia buscar a liberação da portaria Interministerial junto ao governo. Entendemos que se houvesse autonomia para negociar o DEST não teria essa capacidade de interferência nas discussões com a Holding. A cláusula 62ª da nossa pauta de reivindicação exige esse direito, portanto, é preciso uma decisão que no seu mérito é política.

 

 

QUADRO DE GREVE

 

Eletronorte

Brasília- Greve

Pará- Greve

Maranhão- Greve

Tocantins- Greve

Mato Grosso-Greve

Rondônia- Greve

Acre- Greve

Roraima-Greve

Amapá- Greve

Amazonas- Greve

 

Chesf

Pernambuco- Greve

Ceará- Greve

Bahia- Greve

Paraíba – Greve

Rio Grande do Norte- Greve

Alagoas- Greve

Piauí- Greve

Sergipe- Greve

 

Furnas

Minas Gerais- Greve

Goiás- Greve

Mato Grosso-Greve

Espírito Santo -Greve

Distrito Federal- Greve

Tocantins- Greve

Paraná- Greve

Rio Grande do Sul- Greve

Santa Catarina- Greve

Rondônia- Greve

São Paulo- Greve

Rio Grande do Norte –Greve

 

Eletrosul

Rio Grande do Sul- Greve

Santa Catarina- Greve

Paraná- Greve

Mato Grosso- Greve

Mato Grosso do Sul- Greve

Rondônia- Greve

 

Eletrobras

Rio de Janeiro- Greve

Brasília- Greve

 

Cepel

Rio de Janeiro- Greve

 

Eletronuclear

Rio de Janeiro-Greve

 

CGTEE

Rio Grande do Sul- Greve

Eletrobras Distribuição Alagoas- Greve

Eletrobras Distribuição Piauí –Greve

Eletrobras Distribuição Rondônia-Greve

-Eletrobras Distribuição Roraima-Greve

Eletrobras Distribuição Acre- Greve

Eletrobras Amazonas Energia-Greve

Eletrobras Distribuição Paraíba- Greve

 

A NOSSA GREVE FOI DECIDIDA EM ASSEMBLEIA, PORTANTO O DESTINO DA MESMA SE DARÁ POR DELIBERAÇÃO DOS (AS) TRABALHADORES (AS) EM ASSEMBLEIA. Portanto, participe, "A historia se faz com os presentes".