TRABALHADORES (AS) APROVAM POR AMPLA MAIORIA CONTRAPROPOSTA DA ELETROBRAS
27 de julho de 2012 | Autor: FNU
Fonte: FNU

Os (as) trabalhadores (as) do Sistema Eletrobras decidiram por ampla maioria e de forma soberana em suas assembleias pela aprovação da contraproposta apresentada pelo Sistema Eletrobras no dia 25 de julho, no Rio de Janeiro, e deliberaram pelo fim da greve por tempo indeterminado.

 

O balanço do movimento que tomou conta do país é muito positivo, pois foi possível inverter a lógica que se estabeleceu desde a primeira rodada de negociação, onde a Eletrobras se negava a discutir a reivindicação da categoria por ganho real. Isso somente aconteceu pela unidade dos (as) trabalhadores (as) e a capacidade de mobilização que forçou não somente a Holding, mas principalmente o governo que apostava no endurecimento das negociações, inclusive com a possibilidade em ir para o dissídio, a sentar e discutir com os eletricitários uma nova proposta.

 

Coube ao CNE o papel de representar os interesses dos eletricitários à mesa de negociação, tendo a grande missão de não apenas negociar a manutenção do ganho real, o abono salarial e as comissões para discutir questões estruturais do Sistema, mas principalmente a responsabilidade de preservar as conquistas históricas da categoria. Tendo uma visão mais ampla do que se constitui o processo negocial, que tem no fechamento no ACT apenas uma parte desse complexo quebra cabeça e não apenas o fim em si mesmo.

 

O Coletivo Nacional dos Eletricitários, os sindicatos e a categoria após 22 anos retomaram de forma integral seu papel de protagonista na disputa com o governo e a Eletrobras. Mostrando que os eletricitários querem ser respeitados por representarem um setor estratégico para o país, não admitindo tratamento diferenciado.

 

O CNE lamenta e condena a postura de alguns gestores durante o processo de negociação, especialmente na Eletrosul, que na greve de 1990, na condição de sindicalistas, sofreram com as famigeradas cartas intimidatórias enviadas pela empresa para pressionar a categoria que estava na luta. Mas que agora na condição de diretores repetiram 22 anos depois às mesmas práticas nefastas do passado e que sempre repudiaram.

 

Com o fechamento deste ACT foi encerrado somente uma etapa da luta, entretanto, muitos desafios se colocam para o conjunto dos (as) trabalhadores (as), em especial a mobilização em torno do processo de renovação das concessões, onde os eletricitários terão papel fundamental na pressão sobre o governo, pois quaisquer mudanças nas regras em vigor terão grande impacto em negociações futuras com a Holding.

 

Por fim o CNE saúda todos os vitoriosos trabalhadores (as) do Sistema Eletrobras por terem se doado ao máximo para conquistar esse acordo, que se não foi o ideal, foi o possível e de grande valor, por resguardar a conquista do ganho real nos salários em um momento de endurecimento político do governo, que apesar de ter sido eleito com nossa ajuda, se colocou contrário às reivindicações da categoria. O grande desafio agora é reforçar nossa organização e unidade, incorporando permanentemente o instrumento da greve para avançar nos próximos acordos. Alertamos aos (as) companheiros (as) para que não aceite intimidações ou retaliações, o CNE está pronto para agir em qualquer situação, basta entrar em contato. A luta continua!

 

QUADRO DAS ASSEMBLEIAS

ELETRONORTE

Acre -APROVOU

Amapá - REJEITOU

Amazonas – APROVOU

Brasília- APROVOU

Mato Grosso APROVOU

Maranhão - APROVOU

Pará - REJEITOU

Rondônia - APROVOU

Roraima - REJEITOU

Tocantins – APROVOU

CHESF

Alagoas- APROVOU

Bahia APROVOU

Ceará - REJEITOU

Paraíba APROVOU

Pernambuco - APROVOU

Piauí – APROVOU

Rio Grande do Norte - APROVOU

Sergipe - APROVOU

CEPEL – APROVOU

FURNAS

Espírito Santo - APROVOU

Distrito Federal e Serra da Mesa -

APROVOU

Rio de Janeiro- APROVOU

Rondônia - APROVOU

ELETROSUL

Rio Grande do Sul - APROVOU

Santa Catarina - APROVOU

Paraná - APROVOU

Mato Grosso - APROVOU

ELETROBRAS

Rio de Janeiro- APROVOU

Brasília-APROVOU

ELETRONUCLEAR – APROVOU

CGTEE – REJEITOU

DISTRIBUIDORAS FEDERAIS

Eletrobras Distribuição Acre- APROVOU

Eletrobras Distribuição Alagoas-

APROVOU

Eletrobras Amazonas Energia- APROVOU

Eletrobras Distribuição Piauí- APROVOU

Eletrobras Distribuição Rondônia-APROVOU

Eletrobras Distribuição Roraima –REJEITOU