Trabalhadores devem exigir cálculo do juro total ao tomar empréstimo
14 de fevereiro de 2013 | Autor: Folha Invest
Fonte: Folha Invest

Levantamento da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) em 13 instituições financeiras constatou que o chamado CET (Custo Efetivo Total) aumenta muito o valor total do empréstimo pessoal. Segundo a instituição, um crédito de R$ 2.000,00 pode sair por mais de R$ 4.500,00 ao final da quitação.

Na pesquisa, realizada no período de outubro a novembro, o resultado mostra que o valor do CET na contratação de empréstimo pode chegar a 500% ao ano nas financeiras, que fazem menos exigências que os bancos para liberar o crédito.

 

Comércio - Os consumidores estão habituados ao CET nos anúncios de vendas a prazo, mas a legislação também exige que seja informado na obtenção de crédito pessoal. No comércio, ele deve constar nas etiquetas dos preços dos produtos, anúncios de sites, ofertas divulgadas em jornais e encartes de promoções, entre outros meios.

 

Fonte: folhainvest