Descaso da Coelce mobiliza trabalhadores
24 de janeiro de 2013 | Autor: Sindeletro
Fonte: Sindeletro

Mais de 150 trabalhadores da Coelce pararam suas atividades na Coelce e participaram, na manhã de hoje (24), de reunião seguida de ato contra a intransigência da Coelce, que não melhora sua proposta de ACT 2012/2014. Na reunião, trabalhadores disseram, mais uma vez, NÃO à proposta da Coelce, rejeitada em 18 Assembleias do interior e da capital no dia 10 de janeiro. 

 

Também na reunião de hoje, o Sindeletro comunicou aos trabalhadores o recebimento de um ofício enviado ontem (23) pela Coelce. O documento acusava o Sindicato de deixar eletricitários constrangidos no dia da Assembleia, que resultou na rejeição do ACT proposto pela empresa. Em resposta à acusação da Coelce, trabalhadores negaram qualquer constrangimento. Aliás, se há constrangimento, ele parte da direção da Coelce ao insistir em marcar reuniões para explicar sempre a MESMA proposta. Ora, o trabalhador não é ingênuo. Ele entende o que está sendo discutido e não aceita um ACT que não valoriza seu esforço diário, visível nos prêmios e lucros anuais da Coelce. 

 

O ofício enviado pela Coelce também diz que a empresa está disposta a negociar, embora deixe claro que a proposta será mantida. Dessa forma, não é possível negociar. Se a Coelce pensa que vencerá os trabalhadores pelo cansaço, ela está enganada, pois a categoria continuará paciente, mobilizada, confiante e unida. Ao contrário do posicionamento da empresa, o Sindicato defende seis itens para o fechamento do acordo, mas se coloca aberto para negociar. Queremos ouvir propostas que solucionem o impasse.

 

A manifestação, organizada pelo Sindeletro e realizada em frente à sede da Coelce na capital, contou com a participação especial do cantor e compositor Acauã e de diversas entidades sindicais. São elas: CUT, Conlutas, Sindicato dos Bancários, Sindicato dos Metalúrgicos, Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados, Sindicato dos Previdenciários, Sindicato dos Professores, Sindicato dos Têxteis e representantes da categoria dos vigilantes.