ENQUANTO ELETROBRAS NÃO APRESENTAR UMA PROPOSTA DECENTE A GREVE CONTINUA
19 de julho de 2013 | Autor: CNE
Fonte: CNE

O Coletivo Nacional dos Eletricitários esteve reunido nesta sexta-feira, dia 19 de julho, no Rio de Janeiro, com a Direção da Eletrobras para retomar a discussão do ACT, que havia sido suspensa desde a 3ª rodada de negociação, em Brasília, quando foi apresentada uma proposta rebaixada. Apesar de toda expectativa gerada na categoria pela convocação da Holding para essa reunião de emergência, após horas de reunião nada se avançou e nenhuma proposta foi colocada, um total desrespeito aos trabalhadores que se deslocaram de vários estados, pagando passagens caríssimas.

Para o CNE não há duvidas de que essa ação mostra que a Direção da Eletrobras está acuada, pois até o Ministro de Minas e Energia, Lobão, se mostrou a favor do diálogo, dizendo que há espaço para se negociar e que procuraria a área econômica do Governo para discutir a questão. A falta de autonomia dos gestores da Holding é tão grande que não conseguem formular uma proposta decente para categoria.

Outro ponto lamentável da reunião foi à persistência da ameaça velada do Diretor de Administração da Eletrobras de entrar com o Dissídio Coletivo caso não haja o fim da  greve.

Ora, companheiros (as), essa posição contradiz o próprio Ministro Lobão que declarou ser contra esse recurso. Além disso, a instalação do dissídio não deve ser utilizada por um governo dito popular e democrático.

A reunião de hoje reforçou a falta de autonomia e competência da Eletrobras em negociar, mostrando sua intenção de se omitir da discussão e terceirizar a negociação do ACT da categoria para a Justiça do Trabalho.

Se não tem proposta não convoca o CNE. Ao invés de ficar ameaçando a Eletrobras precisa apresentar uma proposta. Será que o Ministro Lobão é quem vai ter que negociar? Cabe agora a Holding apresentar uma proposta decente, sem desculpas.

Até mesmo porque, como o CNE tem afirmado, se existem problemas financeiros na Holding não foram os trabalhadores os responsáveis. Quando a Holding tiver uma proposta concreta, que atenda os trabalhadores, o CNE como sempre estará aberto ao diálogo para negociar.

Os trabalhadores irão continuar em greve, mantendo sua forte mobilização em todas as empresas. Não há dúvidas que o movimento tem sido vitorioso e tem obrigado a Direção da Eletrobras a se movimentar, mesmo que ainda sem resultado concreto, mas causando grande preocupação por parte do Governo e dos Gestores. Portanto, todos mobilizados!

Lembrem-se: Só conquista que luta! Participe da assembleia fazendo ela o mais forte possível. Nossa disposição é de negociar, mas desde que a proposta apresente avanços.

 

SEM PROPOSTA, A GREVE CONTINUA

VEJA NO VERSO QUADRO DA GREVE

 

QUADRO DA GREVE DIA 19/07/2013

ELETRONORTE Paralisado

CHESF Paralisado

CHESF - PIAUÍ Paralisado

FURNAS Paralisado

ELETROSUL Paralisado

ELETROBRAS Paralisado

CEPEL Paralisado

ELETRONUCLEAR Paralisado

CGTEE Paralisado

Eletrobras Distribuição Alagoas Paralisado

Eletrobras Distribuição Piaui Paralisado

Eletrobras Distribuição Rondônia Paralisado

Eletrobras Distribuição Roraima Paralisado

Eletrobras Distribuição Acre Paralisado

Eletrobras Amazonas Energia Paralisado