Coelba informa oficialmente aceitação da proposta ao SRTE
28 de janeiro de 2014 | Autor: FNU
Fonte: FNU

A Coelba informou oficialmente ao SRTE e ao Sinergia, na manhã desta segunda, 27, a aceitação da proposta do mediador José Ivan Pugliese, apresentada à empresa e ao sindicato na última reunião realizada no órgão. A proposta já havia sido aprovada democraticamente pela categoria nas assembleias realizadas em todo estado, na última sexta, 24.

A fim de garantir agilidade nos pagamentos dos itens financeiros, o Sinergia deve assinar ainda hoje o ACT 2013/2015 dos coelbanos. Vale destacar que do ponto de vista econômico, este é o melhor acordo do setor elétrico nacional, validado inclusive pelo Dieese. Com relação ao plano, a proposta assegura a manutenção do nosso maior benefício, garantindo que a Coelba arque com os valores da sinistralidade e dos custos médicos no período de dois anos.

É preciso destacar a bravura da categoria nesta campanha, permitindo que o Sinergia arrancasse diversos avanços tanto na pauta específica como na nacional para os coelbanos.

Abono dos dias – Apesar da resistência da Coelba, inclusive já efetuando o desconto dos dias de greve na folha de janeiro, o Sindicato assegura que não haverá corte de ponto, já que condicionou o fechamento do acordo à ausência de qualquer tipo de retaliação.

No caso dos trabalhadores que tiveram dias descontados, haverá ressarcimento dos valores no próximo dia 05/02. Além do conjunto do acordo, esta é uma importante vitória, que mostra o compromisso do Sinergia com os trabalhadores.

Confira a programação de pagamento:

30/01 – Abono e 1ª parcela do 13º para todos, exceto os que saíram de férias em Jan/14;

05/02 – Reposição do corte de ponto;

14/02 – Empréstimo para quem optar;

21/02 – Diferença do ticket;

25/02 – Diferença do salários de novembro, dezembro e janeiro.

*O Sinergia deve publicar, no máximo até esta terça, 28, o resultado final das assembleias de aprovação do acordo. A demora ocorre em razão de algumas lideranças locais ainda não terem enviado as atas e as listas das assembleias, informando o resultado apenas por telefone, fax ou email. O resultado já contabilizado, entretanto, reafirma a informação prestada anteriormente de uma diferença bem acima de 200 votos a favor da proposta do mediador.