Três chapas vão disputar 14 vagas em eleição da Previ
02 de março de 2010 | Autor: Folha de São Paulo
Fonte: Folha de São Paulo

Três chapas se candidataram à eleição para preenchimento das 14 vagas abertas na Previ (fundo de pensão do Banco do Brasil), o maior fundo de pensão do país, com R$ 142 bilhões em ativos. Duas das vagas são para cargos de diretoria. A votação das chapas ocorre em paralelo à escolha do novo presidente, que será feita pelo BB, com a influência do PT.

Uma das chapas, a "Unidade na Previ", traz os nomes de Paulo Assunção de Souza e Vítor Paulo Camargo Gonçalves para as diretorias de administração e de planejamento, respectivamente. É apontada como a de situação.

Outro grupo, autodenominado "A Semente", tem entre seus integrantes aposentados críticos à atual gestão. Olga Cansiglieri e Valentim Antunes encabeçam a chapa.

A terceira formação tem, entre seus candidatos, integrantes do PSTU, segundo fonte próxima ao fundo, e se apresenta como "Nova Previ". A diretor de administração e de planejamento concorrem Dilson Guths e Ângelo Argondizzi Marcelino.

A chapa vencedora será conhecida no dia 27 de maio e assumirá no dia 1º de junho para um mandato de quatro anos. Mais de 178 mil beneficiários, dos quase 300 mil, estão aptos a votar.

O sucessor do petista Sérgio Rosa, há sete anos na presidência do fundo, também não é conhecido ainda.