DEMISSÃO E TRABALHO FORÇADO NO OSR
19 de junho de 2013 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A Gerência e um Gestor do OSR  recentemente demitiram um eletricista sem justificativa nenhuma e vejam que o trabalhador sempre foi bem avaliado bem como realizava suas tarefas com bom desempenho segundo seus colegas de trabalho informaram ao SINTERN. O companheiro perdeu o emprego com o qual sustentava sua família, apenas por perseguição desses gerentes e gestores que acham que podem tudo.

Além de demitirem sem critério, a gerência e um gestor do OSR têm agido na surdina inclusive modificaram os horários das escalas dos Plantões de Natal e Mossoró e dos PA’S. É mais um flagrante desrespeito ao pactuado e a legislação vigente. O SINTERN não aceita estas práticas adotadas pelo corpo gerencial do OSR e irá denunciar ao Ministério Público do Trabalho.

E tem mais! As gerencias do OSR agem sem nada comunicar a Superintendência de Gestão de Pessoas da COSERN, nem tampouco ao Departamento de Gestão de Pessoas. Pois, quando da demissão do eletricista e do conhecimento da mudança de horário o Sindicato contatou com o Superintendente  e o Gerente da Empresa e os dois de nada sabiam. Isso pode?

E não fica só nisso, a gerência do OSR vêm explorando os eletricistas impondo aos mesmos atividades que denominam de EXTRA COI, ou seja, os trabalhadores têm que estar em atividade continuamente durante todos os turnos realizando tarefas que não são de emergência ou urgência, como por exemplo: poda de árvores e troca de ramais no período noturno. Este comportamento do Gerente e do Gestor é deplorável.

O SINTERN já denunciou esta situação sem, contudo receber a devida atenção por parte da COSERN. Fica claro que o Superintendente e o gerente  da Empresa nada conhecem sobre as atividades de Plantão e dos PA’S. Sabe por que as demissões e o trabalho forçado acontecem? Porque “NOSSA CAUSA É VOCÊ.”