DIA NACIONAL DE LUTA: 11 DE JULHO (quinta-feira)
10 de julho de 2013 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

 

Os eletricitários do RN estão convocados para paralisar suas atividades para participar do Dia Nacional de Lutas. A categoria deve-se fazer presente neste movimento para que o 11 de julho entre para história da luta classe trabalhadora. A mobilização em Natal/RN: concentração em frente do Shopping Midway às 9h e, em seguida, haverá caminhada pelas ruas e avenidas da cidade .

Hoje a COSERN pratica a terceirização fraudulenta, afirmação esta contida nas decisões judiciais que já condenaram a Empresa. Se o Projeto de Lei 4330 for aprovado, certamente ameaça os empregos dos cosernianos.

Pelo texto, o PL ameaça os empregos dos trabalhadores da COSERN, pois não oferece segurança alguma que a Empresa continuará a assumir os serviços fins. Por sua vez, os terceirizados ficam igualmente fragilizados, pois caso levem calote das prestadoras de serviços, a Companhia não terá nenhuma responsabilidade de quitar os salários ou verbas rescisórias. 

Multas - A COSERN já foi multada em mais de R$ 1 bilhão pelo descumprimento do Termo de Ajuste de Conduta formado pelo Ministério Público e, ainda assim, continua a desafiar a justiça e a sociedade com a terceirização de atividades fins. Trata-se de uma prática arbitrária adotada pelo Grupo Neonergia que também vem encontrando resistências. 

Em recente decisão judicial, o TRT da 6a Região atendeu ação do Ministério Público do trabalho ao aplicar uma multa de R$ 2 milhões na CELPE por dano moral coletivo pela prática de terceirização de força de trabalho.

A categoria vai mostrar que está na luta pelo fim da tercerização que ameaça empregos, pracariza condições de trabalho que tanto contribuem com a elevação dos índices de acidente de trabalho graves e fatais e defasagem salariais.

 

Veja aqui o Projeto de Lei 4330 da Terceirização na integra.

 

 

NOSSA PAUTA

 

•  Fim do Projeto de Lei 4330 que amplia a terceirização;

 

• Fim do Fator Previden-ciário;

 

•  Jornada de 40 horas semanais, sem redução salarial; 

 

• Reajuste digno para os aposentados.

 

 

GREVES E MOBILIZAÇÕES

 

As Centrais Sindicais convocam os trabalhadores e a população em geral para saírem às ruas e promover greves, grandes manifestações de protesto e passeatas, no dia 11 de julho.

Exigimos do governo e do Congresso Nacional medidas para aprovar e por em prática as nossas reivindicações que constam da pauta trabalhista. Lutamos por um Brasil melhor, com desenvolvimento, valorização do trabalho, distribuição de renda e justiça social.

 

Todos nesta luta!!