INTERSINDICAL COBRA AGILIDADE DA NEOENERGIA
08 de outubro de 2013 | Autor: Intersindical Neoenergia
Fonte: Intersindical Neoenergia

Foi entregue quinta-feira, dia 03 de outubro, no Rio de Janeiro, a pauta unificada dos trabalhadores do Grupo Neoenergia. Os dirigentes da Intersindical cumprindo o que foi acertado na última campanha, estão atuando junto à empresa no sentido de agilizar o máximo possível a negociação, para evitar assim que as discussões sobre o acordo coletivo avancem até as festas de fim de ano, como já aconteceu em anos anteriores. O objetivo é fechar um acordo justo e assim trazer tranquilidade a categoria, para que possa realizar os seus festejos com seus familiares.

Os dirigentes da Intersindical estiveram reunidos com a Diretora de Gestão de Pessoas, Lady Moraes, e os superintendentes das empresas, na oportunidade reafirmaram que a pauta da categoria foi construída após um amplo debate com os trabalhadores, portanto, para se fechar um acordo digno é preciso considerar os seguintes pontos nessa negociação: ganho real, abono, plano de saúde, plano de cargos e carreira, mudança da data-base para outubro, reajuste no tíquete refeição, estabilidade, dentre outros itens de igual importância para os trabalhadores da Celpe, Coelba e Cosern. 

Durante a entrega da pauta foi feita uma apresentação pelo Técnico do DIEESE da Subseção da FNU, Gustavo Teixeira, sobre o contexto econômico das empresas do Grupo Neoenergia, onde foram constatados números favoráveis, mostrando a boa situação financeira das empresas. Ou seja, existem condições efetivas de se negociar um bom acordo coletivo com os trabalhadores. Segundo Teixeira, a Neoenergia saiu da 39ª posição para 37ª posição em receita liquida, fato que comprova esse bom momento. Além disso, o Nordeste foi à região que mais cresceu na produção industrial, aumentando seu consumo de energia em 8%, muito acima da média das outras regiões. 

Ficou acertado que no dia 17 de outubro acontecerá à primeira rodada de negociação dos acordos específicos, e nesse dia será formulado o calendário completo das negociações.  Lembre-se: a luta por um ACT digno é de todos, sindicatos e trabalhadores. Só conquista quem luta! Participe!