Trabalhadores recebem contraproposta do Acordo Coletivo 2013/2014 da COSERN
29 de outubro de 2013 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A representação patronal apresentou na terceira rodada de negociações, no dia 29 de outubro de 2013, a contraproposta do Acordo Coletivo de Trabalho 2013/2014 dos trabalhadores da COSERN. A proposta da Empresa se limita apenas a manter as cláusulas já existentes no Acordo Coletivo sem alterações o que demonstra falta de comprometimento em responder as demandas da categoria.


    Um péssimo indicativo do que estava por vir foi dado logo no início da reunião pela afirmação do Superintendente de Gestão de Pessoas que disse que “gostaria de se livrar logo de algumas cláusulas”. Não é bem assim, a bancada dos trabalhadores cobra mais respeito e consideração com a categoria que exige um amplo debate e atendimento as suas reivindicações.


    Mais uma vez a reunião teve que ser interrompida para que o superintendente cumprisse sua agenda de trabalho. Quando a negociação coletiva será uma prioridade para a bancada patronal? Nesta “velocidade” que a Empresa tenta empreender aos debates, as negociações vão se estender até o final do ano. Isso frustra a categoria e causa um desgaste desnecessário com os trabalhadores.
    Não houve proposta para as cláusulas que estão em dissídio coletivo. Muito menos para as cláusulas novas da pauta do Acordo Coletivo.


    Um ponto positivo da reunião foi que finalmente a COSERN resolveu apresentar os números pertinentes a algumas cláusulas do Acordo Coletivo. Agora a bancada dos trabalhadores tem condições de negociar baseado no quantitativo que vem sendo apresentado pela Empresa.


    Infelizmente, diante da alta lucratividade da COSERN, o investimento em benefícios e salários à categoria é minguado. Os trabalhadores merecem muito mais pois são os responsáveis diretos pela rentabilidade exorbitante obtida pela Empresa.


    Os trabalhadores esperam que na próxima rodada de negociação agendada para terça-feira, dia 5 de novembro de 2013, a COSERN possa apresentar uma proposta que realmente atenda o pleito dos trabalhadores e que o Superintendente de Recursos Humanos tenha disponibilidade de tempo para tratar dos assuntos que são de suma importância para os Cosernianos. A categoria deve manter-se mobilizada para as convocações de luta sindicais.

 

Cláusulas negociadas na reunião do dia 29 de outubro de 2013

CLÁUSULA PRIMEIRA - ÂMBITO DE APLICAÇÃO

CLÁUSULA SÉTIMA - PAGAMENTO DOS EMPREGADOS

CLÁUSULA OITAVA - DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CLÁUSULA DÉCIMA - GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO (conveniada nos acordos desde 1994 – 19 anos)

CLÁUSULA VIGÉSIMA - COMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO DOENÇA E ACIDENTÁRIO (conveniada nos acordos desde 1988 – 25 anos)

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA - ASSISTÊNCIA AO FILHO EXCEPCIONAL (conveniada nos acordos desde 1988 – 25 anos)

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA - ASSISTÊNCIA JURÍDICA/ACIDENTES EM SERVIÇO(conveniada nos acordos desde 1988 – 25 anos)

CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉTIMA - JUSTIFICATIVA DE FALTAS (conveniada nos acordos desde 1988 - 25 anos)

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEXTA - SOBREAVISO

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SÉTIMA - ASSISTÊNCIA AO ACIDENTADO (conveniada nos acordos desde 2003 – 10 anos)

CLÁUSULA TRIGÉSIMA OITAVA - ABONO PECUNIARIO DE FÉRIAS

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA PRIMEIRA - SERVIÇO EXTRAORDINÁRIO

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEGUNDA - TRANSPORTE NOTURNO

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA TERCEIRA - ACESSO E INFORMAÇÕES

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SÉTIMA - MATERIAIS PARA EMERGÊNCIA E PRIMEIROS SOCORROS

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA OITAVA - ACERVO TÉCNICO

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA NONA - PRORROGAÇÃO DA LICENÇA MATERNIDADE.