INTERSINDICAL COBRA MAIS DINHEIRO PARA A PLR
09 de abril de 2014 | Autor: Intersindical Neoenergia
Fonte: Intersindical Neoenergia

Foi realizada na terçafeira, dia 08 de março, no Rio de Janeiro, uma importante rodada de negociação entre dirigentes da Intersindical Neoenergia e a direção do Grupo para discutir o pagamento da PLR 2013. Como de hábito, foram horas de debates e discussão que, na verdade, se iniciou na segunda-feira, 07, quando os dirigentes sindicais participaram de uma exaustiva reunião com os acionistas majoritários da holding, debatendo o aperfeiçoamento do pagamento da PLR/2013 e o processo de definição das metas e dos objetivos factíveis para 2014 .

Na reunião, os dirigentes da Intersindical cobraram o pagamento da PLR 2013 antes do feriado da Semana Santa, como historicamente acontece. A Diretora de Recursos Humanos, Lady Moraes, afirmou que é possível o pagamento antes do feriado, desde que sejam superados os impasses ainda existentes.

Os dirigentes da Intersindical foram contundentes na defesa de mais recursos da PLR/2013 como forma de compensar o empenho e dedicação dos trabalhadores para o fortalecimento do Grupo Neoenergia em todos os estados.

Na quarta e quinta-feira, dias 09 e 10, acontecerão novas rodadas de negociação com os superintendentes das empresas e os respectivos sindicatos para continuar as discussões sobre o pagamento da PLR/2013.

Participaram da reunião representando os trabalhadores os seguintes dirigentes sindicais: José Paixão (Sinergia-BA), José Fernandes ( Sintern), Pedro Damásio (Sintern), Paulo de Tarso (FNU), Mário Bomfim (Representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da Coelba) e Renan Costa (Assessor FNU).

A Intersindical convoca os trabalhadores a ficarem mobilizados, pois os muitos avanços conquistados até aqui pelos sindicatos, somente foram possíveis graças à luta da categoria.


Reunião do conselho de administração

Serão realizadas nesta quarta-feira, dia 09, reuniões dos Conselhos de Administração da Coelba, da Cosern e da Celpe para aprovar os resultados de 2013 e discutir os objetivos de 2014, visando o aprimoramento dos mesmos. Participarão destas reuniões, representando os trabalhadores, Mário Bonfim (Coelba) e Pedro Damásio (Cosern).