Novas atribuições expõem trabalhadores a alto risco elétrico
25 de agosto de 2014 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

As atividades de APP expõem trabalhadores a alto risco elétrico. A COSERN age de forma irresponsável para com a categoria. Tem razão os cosernianos quando dizem que essas ações são “desumanas” e que merecem nosso total repúdio.

A COSERN divulgou seu novo slogan: “ESSE É O NOSSO MOVIMENTO”. A Empresa através de folheto explicita sobre integridade e excelência, promovendo a ética nas ações corporativas, na realidade inspira-se na criação de valores com objetivo focados em RENTABILIDADE, ou seja, LUCROS.

Todos os trabalhadores estão sendo obrigados a aderir compulsoriamente ao nefasto «esse é o nosso movimento». Alguém por acaso sabe a tradução deste slogan da COSERN? Pois bem, nada mais é do que: «todos os trabalhadores terão qye trabalhar initerruptamente durante toda a jornada de trabalho e cumprir as metas. Caso contrário serão todos ociosos e improdutiveis».

Claro que os protegidos pelo Presidente, pelos Superintendentes, pelos gerentes e gestores da COSERN estão de fora desta determinação, pois gozam de privilégios que não sabemos o por que? E agora José?

No entanto, na realidade é que os trabalhadores só vêm mesmo é o aumento de trabalho, através metas danosas, inatingíveis e desumanas que em nada contribuem para a melhoria de vida, saúde e segurança  da categoria. O Sindicato solicitou que a COSERN convoque o especialista para que o mesmo conprove que a execução das atividades de APP, são exequíveis sem nenhum comprometimento de estresse ou a segurança e a saúde dos mesmos.

Sem APP, a demanda era grande de eletricistas com problemas de contraturas musculares, problemas de coluna, além de síndrome do túnel de carpo por movimentos repetitivos, ler DORT na utilização de alicates, escadas, etc. Imaginem o que irá acontecer com o aumento incessante das atividades de campo, em horário de mais de 8 horas consecutivos de cada turno de trabalho. Isto é estressante e gerador de doenças, além de ferir os princípios que norteiam a política de segurança do trabalho da COSERN. REPÚDIO AO O EXTRA COI, HOJE APP!