92% dos reajustes analisados pelo DIEESE tiveram aumento real em 2014
25 de março de 2015 | Autor: DIEESE
Fonte: DIEESE

O Estudos e Pesquisas 75 traz o balanço das negociações coletivas de 716 unidades de negociação da Indústria, do Comércio e dos Serviços, em todo o território nacional, em 2014. Segundo o estudo, em relação ao INPC-IBGE, 92% dos reajustes analisados apresentaram aumento real, enquanto 6% igualaram-se a esse índice e 2% não alcançaram a recomposição salarial.

 

A média dos aumentos reais concedidos ficou em 1,39%, superior a 2013, quando foi de 1,22%.

 

Entre os setores, o Comércio apresentou o melhor desempenho: 98,2% das unidades de negociação tiveram ganhos reais. Na indústria, 90,9% dos reajustes ficaram acima da inflação e nos Serviços, 89,2%.

 

Em todas as regiões do território nacional, predominaram reajustes acima do INPC-IBGE. O maior percentual (93,6%) é do Sul e os menores, do Norte e Centro-Oeste (89,6% e 89,8%, respectivamente). 

 

Confira o estudo completo.

 

www.dieese.org.br