COSERN pratica terrorismo psicológico com os trabalhadores
30 de outubro de 2015 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Nunca antes da história das relações entre a COSERN e os seus empregados  foi utilizada táticas terroristas que vem sendo utilizadas para impor um acordo massacrante para a categoria.

O Grupo Neoenergia tem dois discursos. O que apresenta para os bancos com uma perspectiva boa de resultados para conseguir empréstimos mais baratos. Em um outro, quando chega a época da Data Base dos trabalhadores, coloca um cenário de crise que não condiz com a realidade do Grupo e em especial da COSERN.

A crise vem sendo utilizada diariamente numa tentativa de lavagem cerebral para minar a determinação dos trabalhadores de lutar pela ampliação de seus direitos e benefícios. 

A publicação do informativo Clarão; o assédio diário em conversas com os trabalhadores; reuniões de apresentação de visão distorcida da situação econômica são alguns exemplos de como a COSERN tem  influenciado negativamente os trabalhadores.

È preciso reagir a esta enganação. Todos para a luta!