TRABALHADORES DA COSERN RECEBEM A MAIOR PLR DA HISTÓRIA
14 de abril de 2016 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Foi realizado na terça-feira, dia 11 de abril, reunião entre os sindicatos e a direção da Neoenergia para definir os valores e data de pagamento da PLR 2015. Estiveram representando as entidades sindicais os seguintes companheiros: Paulo de Tarso (CNU), Pedro Damásio (SINTERN), José Fernandes (SINTERN), José Paixão (SINERGIA-BA) e André Monteiro (SINDURBPE). Participaram também do encontro o Técnico do DIEESE da Subseção da FNU, Gustavo Teixeira e Assessor de Comunicação da FNU, Renan Costa. 

O objetivo da reunião foi apresentar os objetivos alcançados pelos trabalhadores no ano de 2015 para o pagamento da PLR. Os representantes da Neoenergia através dos gráficos expuseram detalhadamente os resultados de cada empresa, que na sua totalidade foram positivos. Os dirigentes sindicais reafirmaram a importância da direção da Neoenergia reconhecer o esforço dos trabalhadores para alcançar estes números na hora de negociar o acordo coletivo de trabalho e principalmente na hora do pagamento de uma PLR justa. 

Após a apresentação dos números das empresas foram feitas mesas especificas por empresa para aprofundar o debate, ou seja, cada dirigente se reuniu com o representante de sua empresa de base para discutir temais mais locais. Foi um momento importante, pois existem muitas demandas que necessitam ser resolvidas. 

Segundo o Técnico do DIEESE, Gustavo Teixeira existem itens na apresentação da Neoenergia que precisam de maiores esclarecimentos. “O volume de investimentos feitos é um deles, pois  além de ser uma variável no qual os trabalhadores não tem governabilidade, e influencia o resultado de outros objetivos que dependem  dele”, afirma. 

Outro dado pelo Técnico do DIEESE aponta que o lucro líquido da Neoenergia em 2015 foi de R$ 468 milhões, 22,3% menor do que no ano anterior, impactado, principalmente, pela elevação da taxa de juros e maior endividamento. Pois, segundo a empresa, “na contramão da retração do consumo de energia no país, o grupo registrou crescimento de mercado, tanto em número de consumidores quanto em energia distribuída”, fato que não pode ser ignorado nesse momento de discussão da PLR 2015. 

É importante destacar que o SINTERN e o conselheiro representante dos empregados continuarão trabalhando de forma unitária para continuar  avançando, pois foi com essa unidade e capacidade de articulação que muito se conquistou para os trabalhadores da COSERN. Agora neste momento de discussão da PLR 2015, o caminho será de cobrar da COSERN o reconhecimento do trabalho realizado por cada empregado(a). Vamos à luta!