Muita conversa para pouca ação
25 de julho de 2016 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A COSERN vive no faz de conta. Enquanto massacra os trabalhadores no Plano de Saúde, a Empresa promove festas juninas e ginkanas para ludibriar os trabalhadores. De que valem ornamentos e confraternizações quando os direitos dos cosernianos têm sido sistematicamente alvo de questionamentos por parte da COSERN na Justiça.

Não há futuro para o trabalhador permanecer na COSERN quando o seu presente está repleto de dúvidas e conflitos com  a forma que a Empresa trata seus trabalhadores aposentáveis e aposentados. Coação de demissões forçadas e promessas desfeitas como risco na água como foi o caso do Plano de Saúde. Isso sem falar no Prêmio Aposentadoria que está há nove anos em Dissídio Coletivo.

È desta forma que o a COSERN pensar em recompensar os seus trabalhadores a tão almejada aposentadoria? O que a Empresa precisa faz em primeiro lugar é acabar com a hipocrisia por achar que com uma festinha tudo se resolve. Resolve não! Os trabalhadores na organização de luta estão atentos e mobilizados para garantir os seus direitos em todas as esperas de luta, inclusive judiciais.

Clima organizacional está sim péssimo e isso não se mensura em pesquisas, e sim na forma como os cosernianos desacreditam nas promessas da COSERN. Chega! Trabalhador valorizado é aquele que tem seus direitos preservados e ampliados!