QUE COSERN É ESSA?
13 de setembro de 2016 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A COSERN só pratica maldade com os seus trabalhadores, e engana a todos de uma forma que poucos percebem. Em consequência de toda essa embromação o empregado chega no Sindicato pergunta e ao mesmo tempo, já afirma: Vocês sabem que na Cosern tem um Gerente que não faz nada e só traz coisas ruins para os trabalhadores. E vai logo respondendo. É o GERENTE PARA FAZER RUINDADE COM AS PESSOAS - GRP.

Sob o comando desse GRP foi concretizado um oceano de maldade. Vejam só!

Primeiro promove uma gincana, sem critério nenhum, tudo com o propósito de enganar os trabalhadores. E não fica só nisso! Ao evento da gincana, ela associa uma pesquisa de clima e uma festinha junina, onde junta a maioria dos Gerentes e Gestores com o objetivo de dar tapinhas nas costas dos empregados e abrem aquele sorriso para ludibriar a todos e transparecer que é uma excelente Empresa.

Associado a tudo isso, assediam os trabalhadores induzindo-os a postarem nas redes sociais. Criado o cenário de enganação, começa a cobrança para que os trabalhadores respondam as pesquisas, que a COSERN quer que lhe seja favorável. É aí que mora o perigo... Preparado todo este cenário, os gerentes e gestores começam a comentar com os empregados sobre a festinha,  com indagações do tipo:

- “Nossa festinha junina foi boa, o que você achou?”

Ao empregado constrangido e assediado não resta outra saída a não ser responder vagamente...

- “É foi!” 

E o empregado tenta sair daquela situação constrangedora e vexatória, quando então vem a pergunta fatal. 

- “E aí, já respondeu as pesquisas?” 

E quais são as pesquisas? São duas: a de clima e a de qual a melhor empresa para iniciar a carreira... Tudo as mil maravilhas, do jeito que a COSERN quer.

Pesquisas respondidas, e com o resultado das pesquisas compilado, os empregados caem na realidade, e aí tem início a via crucis dos trabalhadores, com mais uma vez o GRP apresentando a sua face perversa, como nunca deixou de ser. 

E ainda tem mais: Vem comemorações pelas conquistas dos prêmios e a Cosern leva para São Paulo, uns poucos trabalhadores, que só Deus sabe os critérios de escolha dos mesmos.

Os prêmios foram ganhos e agora? 

Com os trabalhadores enganados e por vezes, até eufóricos, o comandante do GRP apresenta de vez a sua perversidade.

E aí começa a desgraça do trabalhador! E o GRP, apesar das insistentes cobranças do Sindicato permanece omisso e inoperante:

- Não faz reunião com o Sindicato para melhorar os serviços prestados pela Uniodonto, conforme pactuado em Carta Compromisso;

- Não faz reunião par discutir o PCCS, conforme pactuado quando da discussão do último Acordo Coletivo com a Neoenergia;

- Não faz reunião semestral com os beneficiários do Programa Educacional, conforme prevista no Acordo Coletivo;

- Não resolve o problema dos Analistas, apesar das cobranças do Sindicato há mais de 3 anos;

- Não resolve o problema das escalas do Plantão, de Natal e Mossoró, e dos Postos Avançados – PA’s, apesar das insistentes cobranças do Sindicato;

- Acaba com a Academia gratuita para os trabalhadores, pois o sistema implantado agora só prejudica os empregados.

O GRP é muito operante para incentivar as demissões seletivas e ameaçadoras e incentivar o Assédio Moral!

Com as pesquisas favoráveis, os prêmios faturados e com o engodo de que o clima é maravilhoso. E de que é a melhor Empresa para iniciar carreira, o GRP fica com “a faca e o queijo” para implementar a sua prática de ser ruim para as pessoas. 

E não fica só nisso! Tem Mais! Vieram ainda a Sexta Iluminada e a Caminhada.

E aí vêm as perguntas pra o GRP da COSERN responder:

- Por que não implantar um PCCS iluminado, não só as sextas feiras, mas por toda vida laboral do empregado?

- Por que não aproveita seus líderes quando da contratação de gestores e gerentes? E contrata no mercado como fez nas duas últimas contratações.

- Por que não cumpre com o que foi pactuado com os trabalhadores?

- Por que não impede que os gestores e gerentes obriguem aos empregados trabalharem por produção, com especificação de um número mínimo de tarefas diárias? A COSERN já tentou implantar este famigerado sistema de produção uma vez, o sindicato foi a o Ministério Público e a Empresa recuou, vamos de novo a o Ministério Público, denunciando inclusive os gestores e gerentes assediadores. 

- Por que não acaba com o ASSÉDIO MORAL na COSERN?

Sob o incentivo do GRP a maioria dos gerentes e gestores dessa Empresa primeiro assedia e depois demite.

A realidade da COSERN, infelizmente, é a de que todos os trabalhadores são assediados, espoliados, e reduzidos à insignificância de mendigar por um emprego. 

A COSERN precisa disso para aumentar seus lucros?

Aonde encontra-se a ética da COSERN?

Acorda GRP!

 Acima de tudo a vida, com dignidade!