Analistas querem isonomia salarial da COSERN
13 de setembro de 2016 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Até quando a COSERN vai protelar o problema da isonomia salarial de seus analistas? Ano vai e ano vem a Empresa de forma irresponsável não resolve. E não é por falta de cobrança da direção do SINTERN que a mais de três anos cobra a solução deste problema.

A questão tem sido pauta de acordo coletivo, o SINTERN discute tem reuniões com a COSERN, mas falta vontade da Empresa de querer resolver. Na verdade a Companhia não está nem aí para o reconhecimento e valorização profissional dos seus Empregados. Como vocês acham que um trabalhador que tem as mesmas funções de um colega de trabalho e ainda assim ganhar menos? Pior é quando estas atribuições são até maiores com salário menor?

O Sindicato não concorda que na COSERN exista várias classes salariais. A Empresa pode até vir com um papo muito bonito de existe um plano de ascenção profissional quando na verdade o que existe é a total falta de critério para estabelecer uma política salarial séria, responsável e que valorize a categoria.

Falta um Plano de Carreira! Sobra desrespeito e  esta situação reflete no clima organizacional. Por trás de um sorriso, aperto de mão ou um tapinha nas costas de um trabalhador, nestas condições, fica uma mágoa, um sentimento de injustiça que não é mensurado nas pesquisas de satisfação da Empresa.

Aonde encontra-se a ética da COSERN? 

Acorda GRP!  

#isonomiaja!