COSERN APRESENTA APENAS ALGUMAS CLÁUSULAS REBAIXADAS PARA OS TRABALHADORES
01 de novembro de 2016 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A bancada dos trabalhadores reuniu-se com a classe patronal no dia 01/11/2016 para mais uma rodada de negociação do acordo coletivo 2016/2017. Mais uma vez, a COSERN não demonstrou interesse em assegurar os direitos e conquistas dos trabalhadores trazendo algumas cláusulas rebaixadas, ou seja, bem aquém do que espera a categoria. Desta forma não houve avanços significativos e apenas 15 cláusulas foram pactuadas (veja abaixo).

Todos os anos a COSERN ganha ou é finalista em inúmeros prêmios. O Grupo NEOENERGIA gasta uma verba significativa com investimento em Cinema Nacional; a COSERN é eleita a quarta melhor empresa para se trabalhar e para se iniciar uma carreira, mas quando chega no mês da data base da categoria, ao invés de prestigiar e reconhecer a garra e determinação do bem mais precioso que é o trabalhador, desqualifica as reivindicações da categoria na negociação do Acordo Coletivo. Trata-se de um discurso patético e repetitivo que tem como objetivo retirar ou rebaixar cláusulas da pauta, sem evoluir nos benefícios já conquistados pelos trabalhadores.

A prática atual da COSERN é muito antiga, arcaica, data dos tempos romanos e é traduzida na política do pão e circo, ou seja, uma palestra, uma gincana, um filme e um lanche, para manter os trabalhadores fiéis às suas ordens e conquistar o seu apoio. Os trabalhadores não são bobos! Eles não vão aceitar trocar os seus direitos, suas conquistas e benefícios por migalhas. 

A COSERN agora dispõe do gerente “salgado” e do gestor “salgadinho” que convocam os trabalhadores para reuniões e, ao invés de cumprir o pactuado no acordo coletivo quanto ao pagamento de refeições, oferece aos trabalhadores um pratinho de salgadinho frio para não pagar as refeições devidas. A COSERN precisa disso com seus lucros exorbitantes? Onde está a ética dessa empresa? Queremos lanche e refeição no momento certo, e que a COSERN garanta ao trabalhador esse direito e vários outros de forma adequada e justa.

A categoria entende que nessa negociação só existem dois lados: o dos trabalhadores e o da classe patronal. E os cosernianos sabem exatamente qual é o seu papel e estão ao lado da UNIDADE DE LUTA pelas conquistas. Eles não vão aceitar retroceder ao tempo da escravidão para ser uma mera propriedade sem direitos de uma elite dominante.

Se a COSERN não avançar na próxima negociação marcada para o dia 03/11 em Natal e na negociação da pauta unificada no dia 08/11 no Rio de Janeiro haverá nova assembleia no dia 10/11 em frente ao prédio da Empresa.

Cláusulas pactuadas em 1º/11

CLÁUSULA PRIMEIRA - ÂMBITO DE APLICAÇÃO

CLÁUSULA SÉTIMA - PAGAMENTO DOS EMPREGADOS 

CLÁUSULA DÉCIMA - GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO 

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA - ADIANTAMENTO PARA COMPRA DE MEDICAMENTOS E ÓCULOS DE GRAU 

CLÁUSULA VIGÉSIMA - COMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO DOENÇA E ACIDENTÁRIO 

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA - ASSISTÊNCIA AO FILHO COM NECESSIDADES ESPECIAIS 

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA - ASSISTÊNCIA JURÍDICA/ACIDENTES EM SERVIÇO 

CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉTIMA - JUSTIFICATIVA DE FALTAS 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA QUARTA - DOBRA E TROCA DE TURNO 

CLÁUSULA TRIGÉSIMA OITAVA - ABONO PECUNIÁRIO DE FÉRIAS

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA TERCEIRA - ACESSO E INFORMAÇÕES 

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA QUINTA - DATA BASE 

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SÉTIMA - MATERIAIS PARA EMERGÊNCIA E PRIMEIROS SOCORROS

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA OITAVA - ACERVO TÉCNICO

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA TERCEIRA – PESSOA COM DEFICIÊNCIA

 

Vamos à luta companheiros!!!!!