NADA!
20 de abril de 2017 | Autor: Intersindical Neoenergia
Fonte: Intersindical Neoenergia

Neoenergia, Iberdrola, Banco do Brasil e Previ sacaneam trabalhadores. É hora de mobilizar!

Indignação. Este é o sentimento dos dirigentes da Intersindical após a conclusão da reunião com os representantes da Neoenergia realizada hoje, 20, em Salvador. O encontro foi uma continuidade da reunião de ontem, 19, onde não houve a apresentação dos números da PLR. Mas, apesar da expectativa dos dirigentes da Intersindical, a Neoenergia não apresentou novamente nada, mostrando, dessa forma, a falta de consideração da holding com os seus trabalhadores.

A justificativa dos representantes da Neoenergia é que não há ainda autorização dos acionistas para apresentar os números. Estranho é que os mesmos números que a Neoenergia insiste em esconder já foram inclusive auditados. Qual é então o interesse dos acionistas em não querer revelar os números da PLR?

A postura da Holding e seus acionistas além de mostrar o grau de insensibilidade em relação aos seus trabalhadores, que já fizeram a sua parte na construção do lucro das empresas, inaugura uma atitude nunca vista em mais de 15 anos. 

Curioso é que a atitude dos acionistas nesta questão vai na contramão do que o próprio código de ética das empresas prega. É, portanto, uma contradição entre o que escrevem e o que praticam. Aliás, a Ética que defendem serve apenas para punir, demitir ou reprimir trabalhadores. Ou seja, faça o que eu digo, mas, não faça o que eu faço.

Neste processo, é preciso lembrar que o calendário foi proposto pela direção da própia Neoenergia o que comprova o total desrespeito com a categoria e a representação dos trabalhadores. Lembramos que as discussões foram iniciadas ainda em janeiro. De lá pra cá, já se vão mais de três meses. Os balanços das empresas foram publicados ainda antes do Carnaval e até agora, NADA de números!

Durante a reunião, a Intersindical enfatizou e ressaltou, mais uma vez, a posição dos trabalhadores em receber o pagamento ainda no mês de abril, conforme determina os ACT’s. Qualquer situação diferente disso representa descumprimento de Acordo.

Perguntar não ofende: Previ, Banco do Brasil e Iberdrola, qual o motivo de esconder os números e retardar o pagamento da PLR dos seus trabalhadores? Não há motivos que justifiquem essa situação. Os trabalhadores não irão aceitar nenhuma manobra ou qualquer situação que retarde o pagamento da nossa PLR. Precisamos saber os números para analisá-los e submetê-los à decisão soberana da categoria nas assembleias.

Posição da Intersindical – Diante do cenário apresentado, a Intersindical entende que há derespeito e descaso dos acionistas em relação aos trabalhadores do grupo, que são os verdadeiros responsáveis pelos resultados alcançados para o lucro das empresas.

A Intersindical reafirma que não aceitará nenhuma manobra ou retardamento deliberado que resulte em atraso no pagamento da PLR. Neste sentido, convoca os trabalhadores para iniciar a mobilização unificada e evitar qualquer investida contra os nossos interesses.

Convocamos os trabalhadores das três empresas (Celpe, Cosern e Coelba) para assembleias simultâneas no próximo dia 24/04, a partir das 8h, com objetivo de manter a mobilização e evitar qualquer revés em relação ao pagamento da nossa PLR.