Intersindical garante pagamento da PLR em abril
25 de abril de 2017 | Autor: Intersindical Neoenergia
Fonte: Intersindical Neoenergia

Pressão surte efeito e Neoenergia apresenta os números da PLR 2016


 

Após os acionistas sinalizarem um eventual atraso no pagamento da PLR dos trabalhadores do grupo,  a Intersindical, através dos sindicatos representativos (Sindurb, Sintern e Sinergia), colocaram a categoria em estado de alerta. A postura contundente dos dirigentes resultou em na aprovação dos acionistas, que decidiram colocar os números na mesa durante a reunião desta segunda, 24, em Recife, convocada emergencialmente pela direção da holding.


É preciso lembrar o esforço da Intersindcal para garantir o pagamento da PLR no menor prazo possível. O empenho rendeu frutos ao longo do processo. Ainda no início de abril, a luta  dos dirigentes sindicais reverteu a posição inicial da Neoenergia de efetuar o pagamento somente após o processo finalizado. Com isso foi possível garantir R$ 1.500,00 a título de adiantamento, ainda no dia 07/04, o que resultou numa Semana Santa mais feliz para os trabalhadores.


Nas últimas semanas, diante da omissão dos números e indefinição na posição dos acionistas, a Intersindical foi proativa e mostrou uma posição enérgica em não aceitar atraso ou retardamento deliberado no pagamento da PLR como vinha se desenhando. Os dirigentes realizaram articulações nos últimos dias, resultando em pressão para os representantes dos acionistas e definição do pagamento em 28/04, após aprovação dos trabalhadores.


O contato com os acionistas foi no sentido de garantir o cumprimento do acordo, ressaltando inclusive que os trabalhadores já tinham feito sua parte para assegurar o resultado explessivo alcançado pelas empresas em 2016, apesar do momento econômico adverso em que o país atravessa.


Números da PLR – Os números apresentados representam uma PLR expressiva em todas as empresas. Mas o resultado não ocorreu por acaso. Ele foi alcançado graças ao empenho dos trabalhadores durante todo o ano. É preciso destacar, também, que a Intersindical fez gestão no sentido de aprimorar os metas propostas em outubro de 2016, que poderiam comprometer a obtenção dos resultados alcançados.


Garantia da data – Apesar dos indícios passados pelos acionistas em retardar o pagamento da PLR, a postura firme dos dirigentes sindicais em não aceitar qualquer manobra neste sentido, garantiu que o pagamento da PLR seja realizado em 28/04 para todos os trabalhadores da Coelba, Celpe e Cosern.


Assembleias – Os sindicatos vão realizar as assembleias, no periodo de 25 à 27/04, com caráter deliberativo. Na oportunidade, serão informados os números finais para apreciação e deliberação soberana dos trabalhadores.


 


O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Energética e Empresas Prestadoras de Serviços no Setor Elétrico do Estado do Rio Grande do Norte – SINTERN comunica aos trabalhadores que as Assembleias encontram-se abertas e terão continuidade nos seguintes dias e localidades, para as deliberações abaixo mencionadas:

 

No dia 25/04/2017 em:


*Ceará Mirim na Av. Enéas Cavalcante, 1405 – Centro, às 15h;

*Açu, na Rua Augusto Severo, 78 Centro,  às 15h;

*Mossoró na Rua Dr. Almir de Almeida Castro, 310 Centro, às 15h;

*Caraúbas na Rua Francisco Martins de Miranda, 402 – Centro, às 15h;

*Pau dos Ferros na Rua da Independência, 1142 – Centro, às 15h;

*Goianinha na Rua Abdon Grilo, 80 – Conjunto COHAB/Centro, às 15h;

*Caicó na Rua Professor José Gurgel de Araújo, 339 – Centro, às 15h;

*Currais Novos na Rua Coronel José Bezerra, 94 – Centro, às 15h;

*São Paulo do Potengi, na Rua General Dantas, 233 – Centro, às 15h;

 

No dia 26/04/2017

*Natal em frente a  sede da Cosern às 8h.

 

 

As Assembleias terão continuidade nos locais e horários acima mencionados para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Autorizar o Sindicato a negociar a Participação nos Lucros ou Resultados – PLR/2016 e os objetivos de 2017 cujo resultado será utilizado para pagamento da PLR em 2018 b) Definir a forma de distribuição da Participação nos Lucros ou Resultados – PLR 2016; c) Definir percentual da Contribuição Sindical sobre a PLR 2016; d) Autorizar a interposição de Reclamação Trabalhista, caso as negociações não sejam exitosas; e) Manter as Assembleias em aberto até o fechamento do Acordo, para o pagamento da participação dos Lucros e Resultados – PLR 2016.

A PEDIDO DOS TRABALHADORES, A TABELA DE DISTRIBUIÇÃO ENCONTRA-SE DISPONÍVEL NA VERSÃO IMPRESSA DO JORNAL C0NEXÃO - ABRIL 20I7 - PLR 2016