COSERN não paga as despesas de alimentação
02 de agosto de 2017 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Apesar de constar em ACORDO COLETIVO, a COSERN não vem cumprindo o pactuado, pois, para ressarcir as despesas com a alimentação dos trabalhadores que laboram no Plantão e nos PA’S, está demorando de 30 a 45 dias, é a COSERN trabalhando com o dinheiro do trabalhador.

Os ESPANHÓIS, apesar de não terem assumido ainda o controle da Neoenergia já estão colocando as unhas de fora e impondo maldades para com os trabalhadores da COSERN.

O que passa para os trabalhadores é que a IBEDROLA quer incorporar a ELEKTRON ao grupo NEOENERGIA, para melhorar os resultados do balanço da IBERDROLA ESPANHOLA, usufruindo do minguado dinheiro dos trabalhadores da COSERN para custear as despesas da incorporação.

O SINTERN está atento e vai denunciar às instituições nacionais e internacionais esta conduta nefasta da IBERDROLA ESPANHOLA.

Esta conduta da COSERN significa que o BANCO DO BRASIL e a PREVI já jogaram a toalha?