Trabalhadores da COSERN aguardam mobilizados reunião dos acionistas da Neoenergia
18 de março de 2010 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Em assembléia realizada no dia 18 de março de 2010, a categoria decidiu aguardar mobilizada a reunião dos acionistas do Grupo Neonergia, que deverá ocorrer ainda hoje quinta-feira, sem horário previsto, onde poderá ser definida a avaliação da COSERN. Caso a avaliação não seja “muito bom”, com o índice de 1,5% do ebtida para distribuição da PLR, a categoria realizará nova assembléia na próxima segunda-feira, dia 22 de março, às 7h30min, em frente ao atendimento ao Consumidor da Empresa, para encaminhar novas formas de luta.

Os trabalhadores vão continuar o movimento pela PLR até que a avaliação de “muito bom” seja confirmada pelo Grupo Neoenergia. A categoria cumpriu todas as metas que dependiam de seu esforço em relação aos objetivos corporativos e esperam receber o que lhes é devido por direito.

Desde o dia 15 de março, os trabalhadores vêm realizando assembléias na frente da COSERN para fazer pressão pela PLR anteriormente divulgada. A adesão ao movimento denominado até agora como “operação tartaruga” tem aumentado a cada dia.

Uma avaliação inferior a “muito bom” acarretará prejuízo médio para cada trabalhador da ordem de R$ 1.700,00. A categoria não será responsabilizada para pagar a conta por alterações de última hora nos objetivos corporativos.

Para isso, os cosernianos na assembléia realizada pela hoje pela manhã decidiram manter a mobilização até o dia 19 de março do aguardando posicionamento dos acionistas em relação a questão. A assembléia será retomada no dia 22 de março para, dependendo da decisão dos acionistas, aprovar novas formas de encaminhamento da luta dando continuidade ao justo movimento reivindicatório da categoria.

Os acionistas devem entender que toda essa movimentação da categoria objetiva alcançar um valor que para os trabalhadores é de grande importância. Entretanto, deve compreender também, que para a COSERN o valor de 0,5% na PLR é extremamente pequeno, diante de sua alta lucratividade.