COSERN demite em massa e discrimina trabalhadores
01 de março de 2011 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A COSERN iniciou, a partir do dia 21 de fevereiro de 2011,  processo de demissão coletiva no seu quadro de pessoal, envolvendo aposentados e inclusive ate dirigente do sindicato dos técnicos. Os trabalhadores sentem-se ameaçados ao se perguntarem: quem será a próxima vítima? Isso prejudica o ambiente de trabalho e o desenvolvimento das atividades.


    A direção do SINTERN considera um desrespeito total o que esta sendo feito com trabalhadores competentes. Estes empregados estão resguardados por lei, no que tange a poder se aposentar e continuar trabalhando.


    Contudo, a COSERN desconsidera seu quadro de pessoal ao demitir visando exclusivamente o lado econômico. É assim que a empresa reconhece os anos de dedicação e esforço de seus trabalhadores nas atividades da empresa. Colocar pais e mães de família na rua de forma indiscriminada para contratar novos empregados com menores remunerações é uma vergonha e descaso para com a categoria.


    O SINTERN está indignado com esse tipo de ação da COSERN, porque além das demissões, embora alegue que pagará todas as verbas legais, não efetua o pagamento do previsto na cláusula 3ª dos acordos coletivos de trabalho (Prêmio ou incentivo a demissão sem justa causa), que transitam por força de quatro dissídios na justiça do trabalho desde 2007. Por isto, a jurídica do Sindicato já prepara a defesa do direito destes trabalhadores  injustiçados pelas demissões.