Intersindical Neoenergia avalia Campanha Salarial 2010/2011
11 de março de 2011 | Autor: Intersindical Neoenergia
Fonte: Intersindical Neoenergia

Os representantes da Intersindical Neoenergia estiveram reunidos no dia 19 de fevereiro, em Natal/RN para fazer uma ampla avaliação da Campanha Salarial 2010/2011. O encontro que ocorreu no Sindicato dos Engenheiros do RN ainda traçou uma perspectiva de lutas para neste ano.


    Os diretores do SINTERN, SINDURB/PE e SINAERGIA/BA puderam fazer seus relatos sobre os pontos fortes e os que inda precisam ser aperfeiçoados. Foi consenso entre os presentes que foi através da luta unificada empreendida pelos sindicatos que a categoria avançou em seus benefícios econômicos e sociais.


    De fato, os eletricitários conquistaram um dos melhores acordos coletivos dos últimos anos tanto nas cláusulas da campanha unificada como nas específicas. Confira:

>> Pela primeira vez o Abono rompeu a barreira dos R$ 1.200,00 sendo fixado em R$ 1.300,00;
>> o reajuste salarial o mais elevado dos últimos anos com um ganho real de 1,11% + INPC;
>> O Vale –Alimentação ficou em R$ 388,00 com direito ao 13º Talão;
>> A implantação do PCCS ainda neste ano;
>> A concessão de empréstimo de R$ 2.000,00 divididos em 10 vezes sem juros para os trabalhadores que possuem margem e de R$ 1.000,00 para os que não possuem margem.
>> Estatabilidade pré-aposentadoria.


    Contudo, para os sindicalistas ainda há para avançar ainda mais nos benefícios. Para tanto haverá uma maior integração entre os sindicatos para fortalecer a luta unificada dos trabalhadores. Será necessário construir novas formas de amadurecimento na defesa da categoria como forma de superar as adversidades impostas pelo Grupo Neoenergia.


    A Intersindical está plenamente consolidada entre os trabalhadores da COSERN CELPE e COELBA como sendo a única alternativa de luta capaz de enfrentar as imposições do Grupo Neoenergia. Agora é chegada a hora de integrar cada vez mais esforços para alcançar objetivos comuns.


    Com esta perspectiva, a Intersindical vai realizar um plano debate sobre o planejamento das ações de luta. Um dos encaminhamentos já estabelecidos foi o maior incremento no marketing. Na opinião dos presentes é necessário empreender maior estratégia de comunicação adotando linguagem, programação visual e periodicidade aos materiais da campanha unificada.


    Ainda está prevista outra reunião para os dias 14 e 15 de abril em Salvador/BA. Desta vez para debater a mudança da Data-Base de novembro para outubro. Isso beneficia a luta pelo maior afastamento do período das festas natalinas, atividades gerais dos sindicatos e outras campanhas.


    Ainda foi estabelecido que a coordenação das atividades da Campanha Salarial deste ano fica a cargo da direção do SINTERN. A mudança faz parte de um esquema de rodízio determinado pela Intersindical para promover maior integração e divisão das responsabilidades nas atividades.