Direção do SINTERN presta contas do exercício 2010
01 de julho de 2011 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A direção do SINTERN dentro de sua filosofia de transparência e zelo pelos recursos destinados pelos trabalhadores ao sindicato presta contas de suas atividades durante o exercício de 2010. Mês a mês a entidade sindical apresenta a aplicação dos recursos de modo que cada trabalhador faça sua avaliação (veja aqui a prestação de contas).


    Assembléia - A diretoria do SINTERN  submeterá em assembléia a prestação de contas à categoria (veja edital aqui). Na oportunidade, a diretoria do Sindicato esclarecerá dúvidas em relação a todos os números e relatos constantes no balanço financeiro.


    De acordo com diretor financeiro do SINTERN, Pedro Damásio, a prática da entidade de prestar contas de todos os seus atos nesta assembléia e a forma como o balanço é apresentado mostram como os recursos dos sindicalizados são geridos de forma transparente e responsável.


    Com a prestação de contas, o Sindicato busca assegurar a seriedade, .transparência, pluralidade e ética nas decisões da entidade. Por isso, é importante a participação de todos os trabalhadores, já que estes são valores fundamentais no desempenho das funções do Sindicato.

 

Recursos escassos requerem  planejamento de investimento


A assembléia também será o momento para apresentar, de forma resumida, as ações realizadas pela SINTERN ao longo do ano de 2010 que compõem o balanço de gestão sindical. Os recursos destinados ao Sindicato objetivam atender a demanda de luta da categoria, por isso uma boa administração é necessária para manter o bom funcionamento da entidade sindical.


    Como os trabalhadores podem ver na prestação de contas são muitas atividades e conseqüentes despesas. Mas com habilidade no gerenciamento dos recursos a direção do SINTERN tornará o Sindicato forte e sempre presente na vida de cada trabalhador.


    Contudo, você também pode ajudar nesta luta que é sua e de cada eletricitário: filiando-se a entidade sindical. Assim, unidos todos terão cada vez mais poder de organização e de força sindical.