SINTERN promete paralisar atividades em todas as terceirizadas da COSERN
27 de julho de 2011 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A situação dos trabalhadores da ABF é a mesma dos companheiros das demais terceirizadas da COSERN. Muita exploração causada pela jornada de trabalho exaustiva e baixos salários.


    Movimento - O movimento iniciado pelos trabalhadores da ABF pode ter adesão das demais terceirizadas. Já existem indicativos que a paralisação poderá ter abrangência estadual com todos os 1,6 mil trabalhadores com braços cruzados por melhores condições de salário.


    A COSERN precisa reconhecer que uns dos grandes responsáveis pela sua alta lucratividade são os trabalhadores das terceirizadas. Nada mais justo que tenham melhores condições de trabalho e de salário, que sejam no mínimo compatíveis com as dos cosernianos.