Trabalhadores das terceirizadas conquistam melhorias salariais e benefícios sociais
21 de outubro de 2011 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

Os trabalhadores das terceirizadas dão mais uma vez exemplo de luta pela determinação, união e mobilização com que se empenharam na conquista de melhorias salariais e benefícios sociais. Após diversas reuniões de negociação envolvendo comissão de trabalhadores e da direção do SINTERN, paralisações, atos públicos e assembléias, os empregados da ABF e da CENEGED conseguiram dobrar a intransigência patronal. O resultado da mobilização é que a categoria obteve um reajuste salarial de 14,89% e de 15,89% respectivamente, ou seja, quase o dobro da inflação do período.


    Foram mais de dois meses de luta e de intensa articulação entre o Sindicato e os trabalhadores para fazer frente aos patrões que continuavam afinados no discurso da limitação orçamentária contratual imposta pela COSERN. O argumento não se justifica porque a categoria não poderia pagar pelos péssimos patamares praticados pela Empresas para as suas subsidiárias.


    São com paralisações e greves que outra categoria também conquistou importantes avanços em seus pleitos, como foi a dos bancários. Caso as negociações com a COSERN não avancem, o exemplo da mobilização poderá ser uma importante alternativa de luta que não pode ser descartada.


Conquista da ABF*
Reajuste salarial: 14,49% (outubro de 2011)
           Julho de 2012= IPCA + 1,5% de ganho real
           Julho de 2013: discutir todas as cláusulas
Vale Alimentação: 7% (de R$ 7,50 para R$ 8,02 de valor facial)
           Julho de 2012 = IPCA do período
Plano de saúde:50% custeado pela empresa
Cesta Básica: 7% de R$ 40,00 para R$ 42,80; Julho de 2012 = IPCA do período
(*) Contrato válido por dois anos

Quadro da conquista dos trabalhadores da ABF e CENEGED

Conquista: CENEGED**
Reajuste salarial: 15,89% (outubro de 2011)
           Agosto de 2012 = IPCA + 1,5% de ganho real
           Agosto de 2013= IPCA + 1,5% de ganho real
Vale Alimentação: 12,14% (de R$ 7,58 para R$ 8,50 de valor facial)
          Agosto de 2012 = IPCA do período
          Agosto de 2013 = IPCA do período
Plano de saúde: 50% custeado pela empresa
        Cesta Básica: 6,95% de R$ 37,40 para R$ 40,00
        Agosto de 2012 = IPCA do período
        Agosto de 2013 = IPCA do período
(**) Contrato válido por três anos