Negociação continua sem avanços significativos
05 de novembro de 2011 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2011/2012 continua sem avanços significativos para os trabalhadores. Na terceira rodada realizada no dia 3 de novembro foram negociadas mais 11 cláusulas sem, contudo representar ganhos econômicos aos trabalhadores.


    Após a terceira rodada já foram discutidas 38 cláusulas e apenas 17 foram negociadas. Pouco muito pouco para quem pode muito mais. A COSERN tem plenas condições de atender os anseios dos trabalhadores, principalmente nas cláusulas mais relevantes aos trabalhadores.


    O SINTERN não sente  força de vontade da COSERN para resolver as demandas dos trabalhadores mesmo nas questões que não acarretam implicações financeiras.
    A mesa de negociação da última rodada foi constituída pelo SINTERN: Vicente Pitaguares, José Fernandes, Paulo Barateiro, Francisco Borges, Liane Chacom, Iaponi de Oliveira, Oneide Morais, Ari Azevedo e Francisco Marrocos. Pela COSERN: Francisco Antonio Veiga de Medeiros, Clayton Urbano Freire e José Carlos Esquaiela.


    A próxima reunião está agendada para a quinta-feira, dia 10 de novembro, às 9h, no Hotel Pestana.

MOBILIZAÇÃO JÁ!

    Após a reunião do dia 10 de novembro, O Sindicato estará convocando assembléias gerais para intensificar a mobilização da categoria para a luta. Os trabalhadores devem estar concientes de que se não lutarem não haverá avanços significativos na Campanha Salarial, nem pela luta pela PRL.

Quadro de cláusulas discutidas no dia 03/11/2011


CLÁUSULA VIGÉSIMA: COMPLEMENTAÇÃO DO AUXÍLIO DOENÇA E ACIDENTÁRIO
Negociado conforme redação do ACT atual
A complementação salarial é um importante benefício ao trabalhador quando do acostamento ao INSS por doença ou acidente.

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA: ASSISTÊNCIA AO FILHO EXCEPCIONAL
Mantida a redação da pauta retirando-se a palavra “social” do seu caput.
Já consta nos Acordos Coletivos Anteriores e sua manutenção é a garantia de ajuda direta a quem na qualidade de trabalhador da COSERN tem filhos excepcionais.

CLAÚSULA VIGÉSIMA TERCEIRA: SEGURO DE VIDA EM GRUPO
Negociada conforme redação do ACT atual.
Esta cláusula havia sido negociada no exercício 2010/2011, saindo de 19,5 renumerações para 25 renumerações, sendo mantido para o Acordo Coletivo 2011/2012 com o mesmo valor atualmente em vigor. O que vai ser discutido entre a COSERN/SINTERN/Seguradora é a invalidez.

CLAÚSULA VIGÉSIMA QUARTA: ASSISTÊNCIA JURÍDICA / ACIDENTE EM SERVIÇO
Negociada conforme redação da pauta substituindo a palavra “crime” do ACT em vigor por “judicial”.

CLAÚSULA VIGÉSIMA QUINTA: ASSISTÊNCIA SOCIAL
Negociada conforme o ACT atual retirando-se a palavra “social” do texto. A COSERN se comprometeu a estudar a situação para que se possa ter alguma forma de  assistencia social.

CLÁUSULA VIGÉSIMA SÉTIMA: JUSTIFICATIVA DE FALTAS
Negociada conforme redação da pauta que garante até 10 faltas comprovadas para atendimento de doença.

CLÁSULA TRIGÉSIMA: PARTICIPAÇÃO NA GESTÃO DA FASERN
Negociada conforme redação da pauta com paridade.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA TERCEIRA: AJUDA ASSISTENCIAL
Negociada conforme redação da pauta, acrescendo-se “SINTERN” no final do título da cláusula.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SEXTA: SOBREAVISO
Negociada conforme redação da pauta (igual ao ACT atual).

CLÁUSULA TRIGÉSIMA SÉTIMA: ASSISTÊNCIA AO ACIDENTADO
Negociada conforme redação da pauta. A cláusula representa segurança aos trabalhadores  acidentados ou com doenças ocupacionais garantindo a assistência médico-hospitalar, medicamentos, orteses, próteses até a recuperação ou aposentadoria inclusiva garantindo o transporte se necessário. A cláusula consta no ACT atual.

CLÁUSULA TRIGÉSIMA OITAVA: ABONO PECUNIÁRIO DE FÉRIAS
Negociada conforme redação da pauta. Garantia ao empregado que deseja vender 10 dias das férias