COSERN ainda não colocou a mão no bolso
15 de novembro de 2011 | Autor: Assessoria de comunicação do SINTERN
Fonte: Assessoria de comunicação do SINTERN

    Mesmo após quatro rodadas de negociação, a COSERN parece estar disposta a não investir um único centavo para atender os pleitos da categoria. Foram negociadas em quatro reuniões apenas 24 cláusulas sem implicação financeira para a Empresa.


A direção do SINTERN defende o pleito dos trabalhadores expondo representatividade e alcance social de cada cláusula enquanto que a COSERN emperra as negociações ao discordar do pleito dos trabalhadores sob argumento das implicações orçamentárias.


O Sindicato procura mostrar alternativas para o atendimento das reivindicações sem resultados concretos por parte da COSERN. A discordância entre as bancadas geram replicas e treplicas o que por vezes implica na demanda de templo. Por isso, ainda não foi possível discutir todas as cláusulas  do da Pauta do Acordo Coletivo de Trabalho 2011/2012. Faltam as cláusulas de 57ª a 65ª.


Na quarta rodada, a COSERN colocou em mesa o índice do INPC para o reajuste salarial e para o Vale Alimentação. A Empresa pode oferecer muito mais em melhorias sociais e financeiras aos trabalhadores.


A próxima reunião está agendada para o dia 16/11/2011 (quinta-feira), às 9h, no Hotel Serhs.


Luta- Caberá a categoria lutar pelos seus direitos e por mais conquistas. A direção do SINTERN realizará na próxima sexta-feira, dia 17/11, assembléia com os trabalhadores para avaliar o movimento.

Quadro de cláusulas discutidas no dia 10/11/2011

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SEGUNDA: TRANSPORTE NOTURNO: negociada conforme ACT atual com a inclusão da seguinte redação: “Em face das particularidades dos PA’s de Goianinha e São Paulo do Potengi, o transporte será fornecido a partir das 18h, desde que não haja disponibilidade de transporte coletivo/alternativo”;

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA TERCEIRA: ACESSO E INFORMAÇÕES: negociada conforme a redação da pauta;

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA SÉTIMA: MEDICAMENTOS PARA EMERGÊNCIA E PRIMEIROS SOCORROS: negociada conforme ACT, retirando-se a palavra “medicamentos” da cláusula e alterando o título dela para “Materiais para emergência e primeiros socorros”;

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA OITAVA: ACERVO TÉCNICO: negociada conforme pauta;

CLÁUSULA QUADRAGÉSIMA NONA: PRORROGAÇÃO DA LICENÇA MATERNIDADE: negociada conforme pauta;

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA SEGUNDA: ASSÉDIO MORAL: negociada conforme ACT atual;

CLÁUSULA QUINQUAGÉSIMA TERCEIRA: PORTADORES DE DEFICIÊNCIA: Foi alterada o nome da cláusula para Portadores de Necessidades Especiais, com a seguinte redação: “A COSERN adotará os seguintes critérios para com os empregados portadores de deficiência contratados por força da legislação atual.

Parágrafo Primeiro – Fornecerá gratuitamente equipamento de próteses aos seus empregados que contar com mais de 1 (um) ano de contrato de trabalho de acordo com a necessidade comprovada por solicitação médica e após aprovação da área médica da empresa.

Parágrafo Segundo – Disponibilizará uma cadeira de rodas de qualidade especial, para que os portadores de necessidades especiais que precisem, possam se locomover dentro da empresa quando convocados para reuniões, palestras, cursos, etc., fora do seu ambiente normal de trabalho”.