Boatos maquiavélicos sobre o Horário Móvel tentam desagregar categoria
26 de janeiro de 2012 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A reação de alguns trabalhadores é justa uma vez que de alguma forma foram prejudicados pela ação da COSERN. A maneira como receberam a impactante medida imposta pela Empresa trouxeram reações equivocadas para com o Sindicato. Neste momento se faz necessário informar sobre o problema até para que se possa tomar as devidas providências que o caso requer.


    O que não pode acontecer é acusação gratuita sem provas contra a sua entidade sindical. Como foi constatado, o informe patronal está repleto de informações contraditórias e não verdadeiras. Além do mais, alguns trabalhadores cujas ações são descompromissadas da luta de classe desencadearam boatos infundados com o objetivo de desqualificar, desestabilizar e difamar o trabalho sério e eficiente que vem sendo realizado pelo SINTERN. A categoria é conhecedora e reconhecedora que seus representantes sindicais não medem esforços e dedicação na defesa dos interesses dos trabalhadores.


    Os boateiros de plantão demonstram para toda categoria que não são nem nunca foram defensor de trabalhador. Suas atitudes maquiavélicas defendem apenas os seus interesses ou as ações da COSERN.


    Em anos de convivência nunca vimos a participação dos mesmos em reuniões ou assembléias defenfendo os interesses da categoria. Quando o fazem é para defender os interesses que lhes beneficiem.


    O trabalhador deve conhecer estes que assim agem. Eles chegam junto de você não é com o intuito de lhe ajudar, mas sim, para usá-lo como instrumento das suas maquiavélicas e destruidoras ações.


“NOSSO SINDICATO TRABALHA COM TRANSPARÊNCIA E SERIEDADE NA LUTA PELA CATEGORIA”.