Eletrobras trai compromisso firmado e determina que trabalhadores (as) compensem os dias de greve
04 de setembro de 2012 | Autor: Direção do SINTERN
Fonte: Direção do SINTERN

A Direção da Eletrobras em uma atitude autoritária determinou que (as)os trabalhadores (as) compensassem a partir do dia 03 de setembro os dias parados em função da greve. Esse comunicado surpreendeu negativamente a categoria e o CNE que ao tomar conhecimento do fato, enviou imediatamente um oficio para a Holding solicitando reunião para discutir essa questão. Essa atitude mostra a falta de compromisso da Eletrobras, que traiu um acordo feito na mesa de negociação de que os dias parados seriam discutidos 60 dias após o fechamento do acordo.

Essa decisão unilateral da direção da Eletrobras em nada contribui para o amadurecimento da relação com a FNU, o CNE e os sindicatos, pelo contrário, expõe mais uma vez as contradições, a fragilidade e as divisões dentro da sua gestão, pois um segmento sela um acordo com os (as) trabalhadores (as), para logo em seguida outro jogar por terra tudo que foi discutido na mesa de negociação, como acontece agora com a discussão dos dias parados.

A RECOMENDA-ÇÃO do CNE é para que em hipótese alguma os (as) trabalhadores (as) acatem a determinação da Holding sem antes consultar o seu sindicato. O coletivo nacional dos eletricitários estará buscando alternativas para impedir que a categoria seja prejudicada.